sábado, 31 de março de 2012

Parte 12 - Love a Criminal ♥ (HOT)

  Aquele beijo estava tão bom que eu não queria que acabasse, mas como o fôlego não é infinito, tivemos que parar, ele parou o beijo com selinhos.

Karen: Tá confirmado! - eu disse rindo.

Justin: O quê?

Karen: Você beija bem demais! - eu sorri.

Justin: Você também.

Karen: Obrigada! - olhei dentro dos olhos dele.

Justin: Que foi? - ele estranhou.

Karen: Você tem olhos lindos.

Justin: Olhando por esse lado... *pensa* você também tem olhos lindos! Fala sério. - ele disse com uma voz e nós rimos.

Karen: Tá, agora sempre que eu te elogiar, você vai fazer a mesma coisa comigo? - eu disse sorrindo.

Justin: Sei lá! - ele pegou na minha mão - Você é linda. - olhou dentro dos meus olhos e eu fiz o mesmo.

Karen: Hum... - olhei pra ele desconfiada - tem certeza?

Justin: Claro! Por que não teria?

Karen: Ah' sei lá Justin, você está sendo tão legal comigo que eu to te estranhando. - disse revirando os olhos.

Justin: E porque isso? Eu já disse, só quero mostrar que eu gosto de você!

Karen: Então tá, continue assim... - disse me levantando e sai dali.

  P.O.V Justin

 Ela se levantou e saiu dali, olhei pra trás e lá estava ela andando com aquela bunda empinada e gostosa. Fiquei com vontade de meter bastante bem ali. Quando ela saiu, me virei. Sinceramente? Essa mulher é gostosa até de roupa! Sai de meus pensamentos quando vi Christian entrando na cozinha.

Justin: O que você quer?

Christian: O Chefe falou que tem uns caras te procurando e querem te matar!

Justin: PORRA, EU JÁ NÃO DISSE QUE O CHEFE AQUI SOU EU? - disse rude.

Christian: Tá bom, mas é melhor você fazer alguma coisa.

Justin: - me levantei - Okay! - disse e sai dali.

  Eu tinha que fazer alguma coisa com aqueles caras... querem me matar, é? Agora eles vão ver! Falei com o tal do "chefe" e ele me disse todos os detalhes, uns caras queriam comprar a Karen, aaaaaah' tá, vão ficar ai esperando que eu vender ela! Ela é só minha. Vão me matar se eu não vender ela! Se eles conseguirem, ai eles me matam. Depois que eu descobri, fiquei pensando nisso o dia inteiro, eu não vou vender a Karen de jeito nenhum, eu já disse, ela é minha. E eles não vão conseguir me matar!

(...)

 De noite... P.O.V Karen


Karen: O que foi Justin? O que você tem? Aconteceu alguma coisa? - eu disse preocupada.

Justin: Não aconteceu nada, fica calma! - ele disse com cara de bravo.

Karen: Justin, eu te conheço muito bem! E sei que você não quer me falar o que está acontecendo.

Justin: MANO, EU JÁ DISSE! NÃO ACONTECEU NADA. - ele gritou rude.

Karen: Nossa, então tá, valeu! - fiz cara de choro e fui em direção ao banheiro.

Justin: Espera, vai! - ele disse meio alto e eu me virei.

Karen: Vai me dizer o que está acontecendo?

Justin: TÁ. - disse e eu me sentei do lado dele - É que tem uns caras que querem comprar você, e se eu não te vender pra eles, eles vão me matar. Mas não vão conseguir!

Karen: What? Como assim, me comprar? - disse completamente confusa.

Justin: Eles querem te comprar, não entende?

Karen: Mas por que eles querem me comprar?

Justin: Porque você é muito gostosa, não percebeu ainda?

Karen: E como você vai impedir esses caras?

Justin: Eu vou matar eles! Claro.

Karen: Mas se você não me vender, eles não vão te matar?

Justin: Vão! Mas não se eu matar eles primeiro.

Karen: Justin, me vende logo! Eu não quero que você mate ninguém. - disse desesperada.

Justin: EU NÃO VOU TE VENDER, CARALHO! - é, agora ele estava mais bravo do que antes.

Karen: Mas eu não quero que você corra o risco de morrer, Justin.

Justin: Eu não vou morrer, eles não vão conseguir me matar! Eu já disse.

Karen: Como você pode saber?

Justin: Eu sei, e eles não vão me matar.

Karen: Justin, não faz isso! Por mim? Me vende logo pra eles.

Justin: Mano, qual a parte do "eu não vou te vender" você não entendeu?

Karen: Eu não quero que você morra! - agora eu me preocupei demais e ele percebeu que deu um sorriso meio maléfico.

Justin: Sei! - ele disse ironicamente.

Karen: Não tá acreditando? Se quiser eu me mato pra eles não te matarem. - me levantei decidida.

Justin: Você tem coragem? - ele sorriu e depois riu.

Karen: Não sei, mas se for o caso, eu faço.

Justin: Karen, eu não vou morrer! Okay?

Karen: Então é melhor  ter um plano logo pra você conseguir se salvar dessa, eu não quero você ferido, tá? - disse e cruzei os braços emburrada, tava parecendo uma criança mimada.

Justin: Tá bom! Fica calma... - ele disse e eu me sentei do lado dele colocando minha cabeça em seu ombro - Posso te fazer uma pergunta? - ele disse sorrindo.

Karen: Claro! Faz ai.

Justin: Você gosta de mim?

Karen: Que pergunta, claro que eu gosto. - disse e sorri.

Justin: E teria mesmo a coragem de se matar pra eu não morrer?

Karen: É, ai o papo ficou sério! Não sei. Acho que falei aquilo sem pensar... eu não quero que você morra. - disse olhando pra ele.

Justin: Sério mesmo?

Karen: Sério mesmo! - disse e dei um selinho nele, que foi transformando em um magnífico beijo, estava melhor do que nunca, ele colocou a mão no meu rosto e a outra na minha cintura, me colocou em seu colo e logo pude perceber seu pênis ereto, mesmo estando de calça. Então ele foi se deitando na cama, aquele beijo estava quente demais, e é assim que eu gosto, beijo quente termina em... tirei minha blusa e ele tirou meu shorts, não quebramos nenhum movimento, ele continuava me beijando, então ele ficou por cima de mim e tirou a calça, depois se encostou mais e agora sim eu podia sentir seu pênis mais ereto do que antes, ele então resolveu me deixar nua, ele tirou meu sutiã e minha calcinha, me penetrou e  ficou chupando e sugando meus seios, aquilo estava bom demais, pelo menos algo antes de ser vendida. '-' Justin não era fraco e eu sabia disso, ele dava entocadas fortes, fortíssimas, eu gemia alto, alto, muito alto e isso deixava ele louco, e eu ainda mais por ele estar me dando prazer em dobro, então ele parou de chupar meus seios e continuou com as entocadas, aquilo me fazia ir ao delírio, ele gemia bem baixinho e sorrindo, então parou e fez um sinal, fiquei de quatro e ele começou penetrando bem devagar, acho que a provocação tomou conta dele, depois ele foi indo mais rápido, com os movimentos "vai e vem", eu estava ficando louca, ele dava entocadas fortes, eu gemia alto demais, o prazer era muito. Não sei nem quanto tempo ficamos naquela mesma posição, eu estava ficando completamente louca, fiz ele parar e me deitei na cama, ele se deitou do meu lado e olhou pra mim sorrindo. - Que foi? Quer prazer também?! - disse e sorri.

Justin: Você nem imagina...

Karen: TÁ BOM! Senta ai. - eu disse e ele se sentou, me agachei na frente dele e coloquei a mão em seu pênis completamente ereto, ele gemeu fraco e eu comecei a chupar fazendo os movimentos "pra frente e pra trás", eu não consegui colocar todo na boca, por causa do tamanho enorme daquela coisa, Justin gemia baixo, acho que não era tanto prazer, o mesmo que ele me deu. Mas aquilo estava bom demais! Ele colocou a mão na minha nuca pra mostrar os movimentos que ele queria e foi isso que eu fiz, parei em concretamente 3 minutos, depois ele gozou, me deitei no lado dele e agora ele resolveu me dar mais prazer, ele gosta de me deixar louca, mas antes, ele começou a me beijar e depois parou e ficou beijando o meu corpo inteiro, até chegar em minha intimidade, ele chupou com uma vontade intensa meu clitóris, eu gemia alto demais, levou ele á loucura, não aguentei. Nossa, aquilo estava muito bom, muito bom mesmo, não sei como não gemi mais alto do que estava gemendo, aquilo era mesmo pra deixar qualquer uma louca de prazer, Justin sugava minha intimidade com firmeza, chupava como se não houvesse amanhã e eu estava amando aquilo, até que ele parou e eu fiz uma cara de que não era o que eu queria, mas ai eu gozei, ele se deitou do meu lado e me beijou, ele chupava meus lábios, mordia-os e ficava em contato da minha língua, ele nunca tinha feito isso, e é bom demais! Ele grudou seu corpo em mim e pude sentir seu pênis roçar em minha intimidade, isso não é pra qualquer um, ele me beijava com a maior selvageria do mundo, parecia que ele queria mais do que tinha feito, mas não. Ele parou de me beijar e me deu um selinho, depois se levantou colocando um roupão, me levantei e fiz o mesmo, entramos no banheiro e tomamos banho juntos, eu não sei por que... mas eu nunca fiz oral no banheiro, mas o dia tinha chegado, eu e Justin fizemos uma oralzinha no banheiro, foi muito melhor! Terminamos o banho, ele colocou uma cueca, eu coloquei um baby dool e nos deitamos, coloquei minha cabeça no peito dele e ele me abraçou, nos cobrimos e em seguida dormi.
      No dia seguinte...


Continua! com comentários...
   Vish' essa foi grande! Falei da parte hot, okay? Eu sei que não está grande, mas foi o melhor que eu consegui fazer. E quero saber se vocês gostaram desse capítulo, da parte hot, o que acharam? Me digam! E digam a opinião de vocês, é muito importante pra mim saber se você estão gostando ou não, tá? Então, eu continuo com comentários, okay? aah' eu queria pedir um favorzinho! Girls que gostam do Chaz, sigam meu blog? Eu to fazendo uma nova história! ----> (clique aqui) E também tenho outro Imagine Belieber, me ajudem a divulgar? Please! ----> (clique aqui)  Thanks! Até mais. Bye. Xoxo Mariih' :*

quarta-feira, 28 de março de 2012

Parte 11 - Love a Criminal ♥

P.O.V Karen

 Tudo estava no esquema. Justin estava pronto à me penetrar e quando penetrou, eu gemi e quase gritei, então ele me penetrava fazendo os movimentos "vai e vem", eu gemia alto, muito alto. Ele estava dando entocada fortíssimas, nunca pensei que ele seria tão bruto na cama, mas assim que é bom! As entocadas não estava tão fortes pra ele, então ele foi aumentando o ritmo e as entocadas foram ficando piores, mais forte ainda, começou a doer.

Karen: AAAAAAAAAAAAH' SEU DESGRAÇADO! VAI MAIS DEVAGAR. - gritei gemendo.

Justin: O quê? Quer que eu vá mais rápido? Okay! - ele disse rindo e aumentou ainda mais a velocidade, as entocadas estavam mega fortes, eu gritava que nem louca.

Karen: AAAAAAAAAAAAH' SEU VIADO! - gritei.

Justin: Viado, é? - ele me encarou rindo e continuou, ele estava me arrebentando por inteira, não estava aguentando, queria sair dali o mais rápido possível, só que o que aconteceu comigo? Tudo aquilo virou prazer! E eu estava querendo mais.

Karen: AAAAAAAAAAAAAAAAH' VAI COM MAIS FORÇA, PORRA!

Justin: Hum... a vadia tá gostando! - ele disse sorrindo. Sinceramente eu não sabia o que estava sentindo, só sabia que não era dor, e sim muito prazer, muito mesmo! Nunca senti isso e é bom demais. Justin estava gemendo também, mas era um gemido baixo, eu quase não ouvia. - Geme pra mim, vadia, geme. - ele deu um tapa na minha bunda e eu gemi alto, alto demais, alto mesmo, fez até eco, sem na maldade. Não sei como aguentei, muito tempo depois o Justin parou, mas parecia que ele não estava com vontade de parar, ele saiu de dentro de mim e se deitou do meu lado, eu me cobri com o lençol e ele também, nem vi o que aconteceu depois, só que eu adormeci.

 No dia seguinte...


  Acordei e Justin não estava mais na cama, ouvi um barulho sair do banheiro, me enrolei no lençol e sai da cama, entrei no closet e peguei uma roupa, depois peguei um roupão e sai do closet, Justin já estava no quarto e só de box, entrei no banheiro sem dizer nada e tomei um calmo e morno banho, terminei e coloquei minha roupa, depois sai do banheiro e o Bieber não estava mais lá, pelo menos agora! ;* Arrumei meu cabelo e desci pra onde? Cozinha, é claro! A fome me dominava. Entrei na cozinha e peguei algumas coisas, primeira vez que não tem ninguém na cozinha á não ser o Bieber. Nós não demos uma palavra um com o outro, como se nada tivesse acontecido, ele estava mesmo achando que eu ia agir como uma vadia, que ele pode comer á vontade e depois jogar fora, comecei um papo sinistro ali...

Karen: Por que você não gosta do Chaz? - eu disse sem olhar pra ele.

Justin: - ele olhou pra mim e eu olhei pra ele, estava meio confuso - Ãhn?

Karen: Você me entendeu!

Justin: E quem disse que eu não gosto do Chaz?

Karen: Sempre que eu falo dele você me xinga e ele também, qual o problema que você tem com ele?

Justin: Problema nenhum! Que história é essa?

Karen: Justin... você não me engana, fala logo a verdade.

Justin: Tá, eu não gosto dele porque ele gosta de você!

Karen: Ãhn? Eu ouvi isso mesmo? - eu disse rindo.

Justin: Qual o problema, hein?

Karen: O que você disse, não fez sentido algum!

Justin: Claro que fez, ele te levou pro Brasil, esqueceu? Me deixou sem esperanças em relação á você. Tipo, eu tinha 13 anos, mas eu gostava de você.

Karen: aaaaah' tendi! Então você não gosta do Chaz por causa disso? - eu disse e comecei a rir de novo.

Justin: Para de rir, Karen! - ele disse com uma cara estranha e sorriu.

Karen: - parei - O que você disse?

Justin: Para?

Karen: Não, depois!

Justin: Rir!?

Karen: Depois!

Justin: Karen?

Karen: Você me chamou de Karen? Oh Meu Deus! A Terra tá girando mesmo? - eu disse rindo.

Justin: Qual o problema eu te chamar de Karen?

Karen: Você nunca me chamou de Karen! Isso foi um milagre. Você só me chama de vadia...

Justin:  Então você percebeu que não é com todo mundo que eu sou rude, né?

Karen: Ãhn? - fiz careta e ri.

Justin: Você é tão besta! - ele disse rindo. Eu amei ver ele rindo!

Karen: aaaah' tá! Bom.. eu não sei, é a primeira vez que você me trata bem. - dei de ombros.

Justin: Eu só quero mostrar que eu gosto de você! - ele sorriu.

Karen: aaah' eu sempre soube que você gostava de mim, desde aquele dia que você me beijou, 9 anos atrás! - eu disse fazendo careta e nós rimos.

Justin: Eu nunca me esqueci daquele beijo. - ele disse olhando pro nada.

Karen: Foi o meu primeiro, foi o seu também?

Justin: É, talvez! - ele sorriu olhando pra mim.

Karen: Como assim "talvez"? Foi ou não foi?

Justin: Tá, foi! - ele disse revirando os olhos.

Karen: Hum... - eu sorri olhando pra ele desconfiadamente.

Justin: Que foi? - ele disse rindo.

Karen: Nada! Faz 9 anos que eu não vejo você sorrir.

Justin: Você gosta do meu sorriso? - ele disse sorrindo.

Karen: Adoro! - disse olhando pra boca dele.

Justin: E gosta da minha boca também?

Karen: Adoro! - tipo, acho que estava hipnotizada com aquela boca vermelhinha.

Justin: E do meu beijo?

Karen: Amo!

Justin: Quer experimentar de novo?

Karen: Claro! - eu sorri e vi ele chegando o rosto perto do meu, e mais, e mais, e mais, e depois me beijou. Foi como o nosso primeiro beijo, começou com um selinho demorado, mas depois foi se transformando em um beijo de verdade. *.*

Continua! com comentários...
  oooi meninas! Eaí, gostaram ? Desculpa estar pequeno, é que eu fiquei sem criatividade e eu adoro parar na parte de beijo. É, o Justin estava mais calmo pra mostrar pra ela como ele gosta dele. Mas então, espero que tenham gostado de verdade! E mais uma vez, desculpa estar pequeno, continuo com comentários, okay? To saindo aqui! BYE. Xoxo Mariiih' :*

terça-feira, 27 de março de 2012

Parte 10 - Love a criminal ♥

Karen: Eu disse que te odiava? Ah' é, disse! Eu comecei a te odiar no momento que você pegou minha boneca e não quis me devolver. - eu disse e nós rimos.
Justin: Okay ruivinha... vamos logo! - ele disse rindo e depois fez cara de bravo.
Karen: TÁ! - disse emburrada e nós saímos.


 É, o Justin é legal! Mas fica rude de uma hora pra outra. Então... eu estava ruiva! Ele estava com um blusão, de boné, toca e óculos escuros. Ninguém ia reconhecer mesmo. Saímos da casa e entramos no carro, tinha dois seguranças lá, um que estava dirigindo e outro do lado dele. Nos sentamos no banco de trás e o homem lá acelerou. Chegamos no shopping, o homem estacionou o carro, eu e Justin saímos e o outro saiu ao nosso encontro. Percebi que Justin estava armado, claro né! Ele me deu uma arma quando entramos no carro. Entramos no shopping e eu fui vendo algumas lojas, entramos em uma e eu fui vendo algumas roupas, peguei uma sacola e fui enchendo a sacola com várias roupas, Justin até me ajudou. Depois fomos pro caixa, a moça fez a conta da compra e o que nós fizemos? ASSALTAMOS! E o Justin ainda fez questão de assaltar o caixa, a moça colocou as roupas na sacola e nós saímos de lá correndo. Entramos em um monte de outras lojas, pegamos roupas, sapatos, jóias, celulares, etc. Assaltamos quase o shopping inteiro, o Justin quase matou uma mulher que ia ligar o alarme de roubo, sei lá! Saímos do shopping, colocamos as sacolas no porta malas e entramos no carro, aquele carro foi tão rápido que parecia que ia voar. Chegamos e Justin saiu do carro me levando, entramos naquela grande mansão e ele me levou para o seu escritório, só não sei porque...

Karen: Me trouxe aqui, pra quê?

Justin: Pra nós comemorarmos juntos! - ele disse rindo.

Karen: ZIKA! Então... eu posso te fazer uma pergunta?

Justin: Depende da pergunta.

Karen: Eu vou ser direta! Seus pais sabem o que você faz? - eu disse e vi um Justin furioso.

Justin: Pra que você quer saber disso? - ele estava mesmo furioso.

Karen: Por nada! Só quero saber.

Justin: Então vai ficar sem saber, porque eu não estou com ânimo pra falar sobre isso.

Karen: Tem certeza que é o ânimo? Porque parece que você está me escondendo alguma coisa. - o encarei.

Justin: Está me desafiando? Vadia!

Karen: É, eu estou sim... está me escondendo alguma coisa?

Justin: Eu não devo explicação da minha vida pra você!

Karen: Mas eu tenho e preciso saber o que você anda escondendo sobre seus pais.

Justin: QUE PORRA! EU JÁ DISSE, NÃO ESTOU ESCONDENDO NADA!

Karen: Justin, para de mentir! Eu sei muito bem que você está escondendo algo, eu vejo nos seus olhos. - cheguei mais perto, coloquei a mão no queixo dele e olhei dentro de seus olhos.

Justin: Você quer mesmo saber? - ele me encarou.

Karen: Claro que eu quero! Diz aí. - me afastei dele.

Justin: Meu pais morreram... - ele jogou tudo pra fora.

Karen: Morreram? Como assim?

Justin: É que eu roubei a loja de uns caras aí, então eles sequestraram meus pais e queriam o carregamento em troca da vida deles, claro que eu devolvi o carregamento! Mas na hora que isso aconteceu, eu disparei a bala sem querer em um cara e ele ficou com tanta raiva que matou meus pais. Mas depois eu matei ele também...

Karen: Eu não acredito! - eu já estava chorando.

Justin: E a culpa foi toda minha... - ele disse com a mão na cabeça e bagunçando seus cabelos.

Karen: Não foi você que matou eles!

Justin: Mas eu deixei eles morrerem.

Karen: Você não pode se culpar por isso em toda a sua vida.

Justin: Só que EU SOU O CULPADO! - ele deu ênfase nas últimas palavras.

Karen: Fica calmo.

Justin: EU NÃO QUERO FICAR CALMO, PORRA! MEUS PAIS MORRERAM E A  CULPA FOI MINHA.

Karen: Não fala assim comigo! Estressado.

Justin: VAZA DAQUI VADIA! Se você não quiser apanhar. - ele disse e eu sai de lá.

P.O.V Justin

MANO! Essa vadia me deixou furioso, fica se intrometendo na minha vida, dá vontade de espancar ela. Argh' Justin, você não pode fazer isso... o que eu faço? Acabo com a vida dela! Não. É melhor eu esquecer essa história, só preciso tratar ela melhor do que nunca, pra ela colocar na cabeça que eu gosto mesmo dela e que ela sempre gostou de mim. Isso é fácil para Justin Bieber! Mas não sei se vou conseguir tratar ela bem, essa mulher só sabe me irritar. Eu vou tentar me acalmar.

(...)

 Karen: NOSSA, MEU! Essa roupa ficou show em mim. - ela disse olhando no enorme espelho, estava com um vestido curto, por pouco que não mostra a bunda.

Justin: É, você tem razão... - eu disse olhando pro bumbum dela.

Karen: - ela olhou pra mim e colocou a mão na cintura - Você é um safado!

Justin: Tá parecendo uma patricinha assim!

Karen: Patricinha? Com esse vestido curto? - ela disse levantando o vestido.

Justin: É curto, mas parece!

Karen: Pareço, é? - ela levantou ainda mais o vestido - Tem certeza? - ela sorriu olhando pra mim.

Justin: Sabe que não...? - sai da cama e fui em direção á ela.

Karen: Então eu não pareço uma patricinha, né?

Justin: Não, não parece! - cheguei mais perto e fiquei beijando o pescoço dela.

Karen: Então me diz o que eu pareço! - ela se virou de frente pra mim e abraçou o meu pescoço.

Justin: - coloquei as mãos na cintura dela - O que você parece? - sussurrei.

Karen: É.

Justin: Uma bitch! - sussurrei no ouvido dela.

Karen: Vadia? - ela revirou os olhos.

Justin: O que foi?

Karen: Eu não sou vadia!

Justin: Mas estava parecendo uma... - eu sorri.

Karen: Você é um idiota! - ela disse tirando o vestido, me deu uma visão muito boa.

Justin: Eu não era idiota quando eu te beijei, hoje.

Karen: E você acha muito um beijo?

Justin: Nem o começo do começo! - eu disse e ela riu, ainda não tinha colocado uma roupa. - Garota, se você não quiser que eu te ataque agora, é melhor colocar uma roupa urgentemente. - me deitei na cama - Tá me deixando com tesão! - coloquei a mão dentro da calça.

Karen: Sério que eu estou te deixando com tesão? Nunca deixei ninguém assim! Tirando o Chaz, é claro.

Justin: ôh vadia, para de falar desse vacilão!

Karen: Quando você vai parar de me chamar de vadia?

Justin: Quando você provar que não é vadia! - eu disse sorrindo e deu um gemido.

Karen: Eca! Se masturbando na minha frente?

Justin: É. Não sou eu que estou quase pelado na sua frente e você ficando com tesão.

Karen: Você é um chato, sabia? - ela disse fazendo careta - E tira essa mão de dentro da calça! Que nojo. - ela disse colocando um shorts e se deitou do meu lado.

Justin: - tirei a mão de dentro da calça - Vai dormir assim?

Karen: Eu sempre durmo assim!

Justin: Para de mentir! - encarei ela rindo.

Karen: Okay! Eu estou com calor.

Justin: Desse jeito quem vai ficar com calor, sou eu.

Karen: E por quê? Só porque eu estou só de shorts e sutiã?

Justin: Não! É porque você é muito gostosa. - eu disse sorrindo.

Karen: Aonde que eu sou gostosa? - ela disse rindo.

Justin: Não é nem melhor eu falar!

Karen: Tá mesmo com tesão?

Justin: Estou sim... - olhei pra ela.

Karen: Eu também! - ela disse e fechou os olhos.

Justin: Que tal a gente compartilhar? - fiz cara de safado, ela riu.

Karen: É melhor não!

Justin: Nada disso, vem aqui. - agarrei ela e a beijei, no começo ela tentou se soltar, mas não conseguiu, então cedeu. Ai eu fui tirando a minha calça e tirei o shorts dela, aquilo me deixou com mais tesão ainda, ela estava em cima de mim, então fui me sentando e tirando ela de cima de mim, fiquei por cima e tirei tudo o que restava em seu corpo, ai tirei minha box, ela abriu as pernas, quer dizer que tava querendo e eu penetrei bem forte, mas bem forte mesmo, ela gemeu quase gritando.

Continua! com 3 comentários...
ooi meninas! Tudo bem? Eaí, gostaram? Por favor, não me matem por eu ter parado nessa parte, okay? kkkkkk Eu adoro deixar vocês curiosas e não tinha mais nada pra escrever! Então, eu respondi alguns comentários dos capítulo anteriores, Pick Me e Love a Criminal, tá? Espero que tenham gostado desse capítulo! E eu acho que vou demorar um tantinho pra postar, parte Hot não é pra mim, quase nunca a criatividade vem, mas eu vou postar, não se preocupem. :) Saindo aqui! Bye bye. Xoxo Mariiih' :*

sábado, 24 de março de 2012

Pick Me - 2ª Temp. - Part. 23 - É por isso que eu te amo! (The End)

Antes(...)   Depois do meu último SMS, olhei no celular e era 08h53min, meu... eu fiquei conversando com ela á quase 4 horas? NOSSA, sinistro! To morrendo de sono. Tire a calça e a camisa e deitei de novo, assim eu apaguei...

  No mesmo dia mais tarde...


Agora...


P.O.V Jasmine

  Ufa! Acordei. Olhando pros lados. Onde eu to? Ah' acho que na casa do Chaz. :) Que horas são? Olhando no relógio... MEU, tudo isso? Qual foi a última vez que eu acorde essa hora? NEVER! 17:42min, que isso! aaah' não, minha cabeça. O que aconteceu ontem mesmo? Ah' aquelas filhas da puta lambendo o Justin, já é demais pra mim...

Jasmine: JUSTIN! - eu disse alto cutucando ele.

Justin: Hum... - ele resmungou e se virou pra mim - O que foi?

Jasmine: Sabe que horas são? - eu disse e ele abriu os olhos.

Justin: Não! - ele esfregou os mesmos.

Jasmine: Vai dar seis horas da tarde.

Justin: aaaah' - ele olhou em volta - Onde nós estamos?

Jasmine: Na casa do Chaz! - eu sorri e me levantei;

Justin: Ele já acordou?

Jasmine: Pelo jeito, não! - eu disse  ele se sentou na cama, fui em direção ao banheiro e fiz minha higiene, eu ainda estava com cheiro de vodka! Affff' a primeira vez que eu bebo que nem uma louca! Sai do banheiro e Justin estava deitado de barriga pra cima, me sentei do lado dele e disse - Está com dor de cabeça?

Justin: Você nem imagina... - ele disse olhando pra mim e se levantou.

Jasmine: Eu vou ver se o Chaz tem algum remédio aqui. - eu disse, fui lá pra baixo - Chaz? - eu disse descendo as escadas e não tive resposta, fui até a sala e procurei pro remédios no armário, achei um monte  e fiquei procurando o que era pra dor de cabeça. Achei uns três! Peguei e subi pro quarto, entrei e Justin estava sentado na cama com a mão na cabeça - Eu achei os remédios!

Justin: aah' tá! Valeu. - ele disse bagunçando os cabelos, parecia estar triste.

Jasmine: O que foi, meu amor? - me sentei do lado abraçando-o.

Justin: Só tentando lembrar do que aconteceu ontem. - ele olhou pra mim - Nunca mais vou tomar vodka!

Jasmine: Nunca diga nunca! Tadinha da vodka.. ela não fez nada de mais. E viu? Você fala nunca!

Justin: A vodka me deixou maluco, eu não sabia o que estava fazendo! E... obrigado por divulgar a música pro dono dela. - ele terminou com ironia.

Jasmine: Eu não fiz por mal! Você diz para as pessoas nunca dizerem nunca, e você diz. - eu disse e ri.

Justin: Você entendeu errado!

Jasmine: Eu estava brincando! Toma o remédio. - entreguei pra ele que tomou logo em seguida.

Justin: aaah' preciso de água! - ele disse e saiu correndo pra dentro do banheiro, eu ri. Coloquei o remédio na boca e sai correndo, fiz o mesmo que o Justin, depois saímos do banheiro - Remédio ruim! - ele disse e fez careta, eu ri.

Jasmine: Se você não quer mais essa dor de cabeça de dentro de si, pare de reclamar! - fiz voz de locadora de Telemarketing, nós rimos.

Justin: Então tá! É melhor irmos embora.

Jasmine: Mas e o Chaz?

Justin: Ele deve estar dormindo, não vai ligar se a gente sair sem avisar.

Jasmine: Mas eu não gosto de fazer isso! - fiz bico e cruzei os braços.

Justin: Okay! Faz o que você quiser, eu vou ficar te esperando lá em baixo. - ele disse, eu assenti e ele saiu.

Jasmine: Hum... - eu disse saindo do quarto, fechei a porta e fui em direção ao quarto do Chaz, parei de frente á um que estava escrito: "Chazles Somers", bati na porta  e não tive resposta, então fui abrindo á porta bem devagar, aí vi um ser deitado na cama de bruços só de box - WOW! - me surpreendi, pensei que o Justin fosse o único que dormia só de cueca. Entrei completamente dentro do quarto e fechei a porta, fui em direção ao criado mudo e procurei uma agenda dentro das gavetas, achei rapidinho e escrevi nela "Hi Chazito! ^.^ Aqui é a Jas. Bom... eu e o Justin já estamos indo embora! Desculpa qualquer coisa, okay? >< Então quando você ler isso, vai estar acordado, espero que tenha dormido bem! :) Xoxo Jasmine ;*", terminei e deixei a agenda aberta ali em cima do criado mudo, então sai e  fui lá pra baixo. Justin estava em pé perto da porta, com as chaves do carro na mão - Cheguei! - eu sorri indo em direção á ele.

Justin: Ufa! Até que enfim... o que estava fazendo lá em cima? - saímos e ele  abriu a porta do carro olhando pra mim - Ficou olhando ele dormir só de cueca?

Jasmine: Você pirou!? - entrei no carro e fechei a porta - Eu só escrevi um bilhete... E ele estava sim, só de cueca, mas eu prefiro você. - eu disse colocando o cinto e dei um selinho nele.

Justin: Eu te amo! - ele me deu outro selinho, só que bem demorado.

Jasmine: Eu também te amo.. - eu sorri e ele acelerou, liguei o rádio e estava passando "Beamer, benz or bentley", eu e ele ficamos cantando loucamente, foi divertido! Chegamos no Hotel e entramos na suíte, cheguei me deitando no sofá.

Justin: Que horas são? - ele fechou a porta e sentou do meu lado.

Jasmine: - olhei no celular - Meio dia para ás quatro. - eu disse e ri.

Justin: É sério Jasmine!

Jasmine: É 18:59min... - eu disse olhando pra ele e sorri.

Justin: Dá no mesmo dizer que é sete horas! - ele revirou os olhos.

Jasmine: - me levantei do sofá - E eu com isso pra você? - eu ri e sai correndo pra dentro do quarto.

Justin: AH' é? - ele gritou e saiu correndo atrás de mim, quando ele chegou perto do quarto eu já tinha trancado a porta - JASMINE! ABRE ESSA PORTA. - ele gritou insistindo e batendo na porta.

Jasmine: Ah' não baby... deixa ela do jeito que está! - eu disse chegando perto da porta e me sentei no chão encostada á ela.

Justin: Fala sério Jasmine... abre essa porta! - acho que ele fez a mesma coisa que eu.

Jasmine: Pra quê? Olha, vamos lembrar do que aconteceu ontem na festa?

Justin: Okay! Você começa.

Jasmine: Foi assim: você bebeu bastante VODKA até ficar malucão, então você começou a dançar, então tirou a camisa e um monte de mulheres ficou dançando com você e te laamb... - ele me interrompeu.

Justin: EPA, EPA! Vai devagar. (Homenagem á escola da Andressa! Gostou? ---') - ele riu - Eu fiz isso mesmo?

Jasmine: Fez sim! E não estava nem aí se tinha namorada ou não.

Justin: E você não fez nada, por quê?

Jasmine: Porque eu não estava nem ai para o que você estava fazendo, até aquelas mulheres começaram a te lamber..

Justin: aah' tá! E o que aconteceu depois?

Jasmine: O Ryan te tirou de lá e te colocou no sofá, depois eu fui pra lá e a gente bebeu mais ainda  eficamos dançando que nem loucos! - eu disse e ri lembrando da cena.

Justin: NOSSA! Nós fizemos muita coisa. Você se lembrou de quase tudo e eu não lembrei nem do começo da festa.

Jasmine: É, néh! Fazer o quê. - eu sorri.

Justin: Agora deixa eu entrar ai?

Jasmine: Qual é  a palavra mágica?

Justin: Eu te amo!

Jasmine: Não!

Justin: Você é linda?!

Jasmine: Não!

Justin: Jasmine is sexy?!

Jasmine: Não!

Justin: Então eu não sei...

Jasmine: Please!

Justin: Ah' tá! POR FAVOR?

Jasmine: TÁ! - eu disse, me levantei e destranquei a porta, depois abri - Justin! - eu disse olhando pra ele.

Justin: - ele se levantou rapidamente e pulou em cima de mim, caímos no chão e ele me beijou.

Jasmine: Justin! - parei o beijo - Você não é normal!

Justin: Muita gente sabe disso! Pena que você descobriu isso agora. - ele fez uma cara de triste e saiu de cima de mim.

Jasmine: 1 ano de namoro e eu descobri isso agora! TRÁGICO. - me levantei e nós rimos.

Justin: - ele foi chegando mais perto de mim, colocou uma mão em meu rosto e a outra em minha cintura - Sabe uma coisa que você ainda não sabe de mim?

Jasmine: Não, não sei! Qual é?

Justin: Que eu te amo mais que tudo! - ele sorriu.

Jasmine: Você me ama mais que suas Beliebers? - encarei ele.

Justin: Sei lá! Mas eu te amo. - ele disse e me beijou.

Jasmine: Justin! - parei o beijo.

Justin: O que foi?

Jasmine: Você vai se casar com quem?

Justin: Com a Jasmine Marie Villegas !

Jasmine: Prazer! JASMINE MARIE VILLEGAS. Que dia vai ser? - eu disse e nós rimos.

Justin: aaah' - ele colocou uma mecha do meu cabelo atrás da orelha - É por isso que eu te amo! - ele sorriu - Dá vontade de gritar pro mundo inteiro ouvir o quanto eu te amo.

Jasmine: haha' como você é bobo!

Justin: Eu tenho coragem!

Jasmine: aaah' tá! - eu ri ironicamente.

Justin: Não acredita, então você vai ver. - ele disse, foi até a varanda e em seguida olhou pra mim - EU AMO A JASMINE VILLEGAS! - ele gritou e eu me surpreendi - EU AMO A JASMINE MARIE VILLEGAS! EU AMO A JASMINE! EU AMO A JVILLEGAS! EU AMO ELA, EU AMO ELA! ELA É TUDO PRA MIM.

Jasmine: - fui até ele - Justin... para! Está se formando uma multidão em frente ao Hotel.

Justin: Eu não quero saber! - ele olhou pra mim e foi chegando mais perto - Eu te amo... ^_^

Jasmine: Depois de tudo isso, não dá mais pra duvidar - eu disse e nós rimos - Eu também te amo! *-* - eu sorri e ele me beijou. Nosso beijo foi na varanda com todo mundo vendo e gritando "OLHA LÁ! JUSTIN BIEBER E JASMINE VILLEGAS SE BEIJANDO!", aquilo com certeza nunca sairá da minha cabeça. Beijo perfeito! :)

                                 The End!


Recadinho:  oooooi mesninas do Jus! Como estão? Perceberam que eu só falo com vocês quando posto Pick Me? Então, agora chegou ao fim! Mas não fiquem tristes. :) 3ª temporada está a caminho, mas com certeza vai demorar bastante, tá é mentira. Olha... eu já fiz a 3º temporada inteira no meu caderno, o problema é postar tudo no blog, ai eu vou fazer isso até chegar no final da terceira temporada, então eu posto a sinopse e o primeiro capítulo, que tal? Gostaram da minha ideia? É, eu acho que não! :/ Mas desculpem, vai ser assim mesmo, se eu ficar postando sempre, vou ter que demorar e eu não quero isso. Mudando de assunto, o que acharam do final? Claro que nessa história vai ter mais dois finais, vocês não sabem o que tem por vir, só que eu vou calar a boca que eu to falando demais. Bom, é só isso mesmo mesninas! :) By bye. Xoxo Mariih' :*

Parte 9 - Love a Criminal ♥

... O tempo passou e eles continuam engraçados, eles estavam me contando umas coisas que eu rachava de rir! Até o Justin aparecer... batendo palmas.


Justin: Que cena maravilhosa! - ele chegou perto da mesa e parou a sessão de palmas - O que vocês estavam fazendo?

Karen: Conversando!

Justin: Eu não perguntei pra você! - ele disse rude - O que vocês estavam fazendo?

Ryan: Foi como ela disse, apenas conversando.

Justin: Eu não quero ver vocês quatro conversando. AGORA VAZEM DAQUI! - ele gritou e todos eles saíram, ficou apenas nós dois.

Karen: Por que você é tão inútil?

Justin: Olha só como você fala comigo...

Karen: Eu falo do jeito que eu quiser! Se quiser me bater por mal comportamento, me bate, me espanca, me mata logo! - eu disse irritada.

Justin: PORRA! EU JÁ DISSE QUE EU NÃO VOU TE MATAR, POR QUE VOCÊ INSISTE?

Karen: Eu quero sair dessa desgraça... vê se me entende. Se você não fazer isso, EU FAÇO! - me levantei e fiquei de frente pra ele.

Justin: VOCÊ NÃO VAI SE MATAR! - ele me encarou.

Karen: Me diz uma coisa, você me odeia?

Justin: Não!

Karen: Então porque me prende nessa merda? - eu disse já chorando.

Justin: Porque se você sair daqui, você vai ser presa!

Karen: Eu prefiro ser presa do que ficar aqui!

Justin: Você não vai ser presa.

Karen: Porque se importa tanto comigo?

Justin: Porque eu gosto de você.

Karen: Você nunca gostou de mim.

Justin: Eu sempre gostei de você.

Karen: Mas você me tratava mal.

Justin: Por causa do Chaz!

Karen: O que ele tem haver com isso?

Justin: Eles gostava de você! E eu te tratava mal pra ninguém perceber que eu gostava de você.

Karen: Então você gosta mesmo de mim?

Justin: Gosto! E não vamos mais falar sobre isso.

Karen: Você não gosta de mim, só pensa que gosta.

Justin: EU GOSTO DE VOCÊ SIM, PORRA! - ele gritou irritado.

Karen: Você só gosta de mim porque descobriu que já me conhecia.

Justin: O que isso tem haver? Eu sempre gostei de você e pronto!

Karen: Eu quero só que você prove esse sentimento por mim. - eu disse e me virei saindo de lá, fui pro quarto dele, não tinha outro lugar. Me sentei na cama e abracei minhas pernas, fiquei lembrando de coisas que eu pensei que tinha esquecido.

  Flash Back On


   Eu estava brincando com as minhas bonecas no jardim da frente de casa. Então uma bola caiu lá e eu me assustei, fui até ela e peguei, depois chegou quatro meninos correndo, quando me viram, pararam.


Karen: Essa bola são de vocês? - eu disse olhando pra eles.


Menino: É sim! - ele pegou a bola da minha mão - Muito Obrigado. - ele sorriu.


Karen: De nada! - eu sorri envergonhada.


Menino²: Qual o seu nome? - ele perguntou curioso.


Karen: Meu nome é Karen! E o de vocês?


Menino: Meu nome é Chaz!


Menino²: Meu nome é Justin!


Menino³: Meu nome é Christian!


Menino4: E o meu é Ryan!


Karen: Prazer em conhecer...


Meninos: O prazer é todo nosso! - eles disseram e eu ri baixo.


 Flash Back Off


  Porque estou lembrando disso? Ah' foi a primeira vez que falei com eles! Eu to mesmo triste... eu tinha uns 5 anos.

  Flash  Back On


  Eu estava sentada na calçada de frente pra minha casa, em frente à porta. Então eu vi o Chaz indo em minha direção e com as duas mãos pra trás.


Karen: Oi Chaz! Tudo bem? - eu disse sorrindo.


Chaz: Tudo sim! E com você?


Karen: Estou ótima... o que veio fazer aqui?


Chaz: Eu vim lhe dar isto! - ele disse e me mostrou uma rosa, rosa.


Karen: Que linda Chaz! - peguei a rosa - Obrigada!


Chaz: De nada. - ele se sentou do meu lado e me abraçou.


  Flash Back Off


  Isso foi mesmo mega fofo! O Chaz gostava de mim desde seus 7 anos, quando ele me deu essa rosa, a gente tinha 9 anos.

  Flash Back On


Karen: JUSTIN! DÁ MINHA BONECA, AGORA. - eu disse tentando pegar minha boneca da mão dele.


Justin: Vem pegar, sua bobona! - ele riu. Estava levantando minha boneca pro alto, eu não conseguia pegar.


Karen: Se você não devolver, eu vou contar pra Tia Pattie.


Justin: Não vem colocar minha mãe no meio disso, isso é só entre nós. - ele disse rindo e me entregou a boneca.


Karen: Você é um idiota! Eu te odeio. - pretexto pra ficar mais brava ainda.


Justin: Você só está brava, mas eu sei que você me ama. - ele foi chegando mais perto de mim.


Karen: - fui recuando e andando pra trás - Eu não te amo, eu te odeio! E eu gosto do Chaz. - parei porque tinha a parede ali, fiquei sem saída.


Justin: Mas ele não gosta de você! - ele disse sorrindo e foi chegando mais perto ainda do meu rosto, então me deu um selinho demorado. Eu não pude fazer nada, aquilo era muito bom! Nem o Chaz já fez isso comigo.


Karen: Garoto, você enlouqueceu? - empurrei ele.


Justin: Claro que não! E eu sei que você gostou. - ele disse sorrindo.


Karen: IDIOTA! - eu disse com raiva e sai correndo.


  Flash Back Off


  11 anos. Eu tinha onze anos quando dei meu primeiro beijo, mesmo sendo forçado e com o menino que eu odiava, foi bom. O Chaz nunca soube sobre isso! Faz 9 anos. CHEGA! Não quero lembrar de mais nada, Eu lembrei do começo, meio e começo do fim. Porque meu fim está quase chegando! Sai de meus pensamentos quando vi o Bieber entrando no quarto, fiquei na mesma posição, só que limpei minhas lágrimas. Ele nem olhou pra mim, entrou dentro do closet e saiu de lá com umas roupas na mão, depois jogou pra mim.

Karen: Pra que tudo isso?

Justin: Veste isso que nós vamos sair!

Karen: Pra que piruca?

Justin: Você está sendo perseguida pelo mundo inteiro! Quer ser reconhecida? Não, né? Então coloca a piruca.

Karen: Okay! - me levantei - Aonde vamos?

Justin: SHOPPING!

Karen: UHUUUUU! Vamos roubar o shopping? - eu disse comemorando.

Justin: Vamos.

Karen: Pelo menos algo de bom...

Justin: Mas vai ser diferente!

Karen: Como?

Justin: Nós vamos escolher as roupas, as jóais, tudo! - jóias? KIGAY! - Depois que formos pro caixa, assaltamos a loja.

Karen: AMEI!

Justin: Ficou mais animada só porque é shopping, né?

Karen: COM CERTEZA! - eu sorri e entrei no banheiro, coloquei a roupa e a piruca e depois sai do banheiro, ele estava lá - Justin, lembra da primeira vez que você disse que gostava de mim?

Justin: Eu lembro sim! Aquele foi seu primeiro beijo?

Karen: Foi sim... eu nem sabia o que era beijo na época, você que me ensinou.

Justin: Beijo forçado é sempre muito bom! E bem-vindo. - ele disse chegando mais perto de mim e me beijou. Esse beijo não foi forçado, eu correspondi, ele beija bem. - Quando eu te beijei pela primeira vez, você me odiava mesmo?

Karen: Eu disse que te odiava? Ah' é, disse! Eu comecei a te odiar no momento que você pegou minha boneca e não quis me devolver. - eu disse e nós rimos.

Justin: Okay ruivinha... vamos logo! - ele disse rindo e depois fez cara de bravo.

Karen: TÁ! - disse emburrada e nós saímos.

Continua! com 3 comentários...

sexta-feira, 23 de março de 2012

Pick Me - 2ª Temp. - Part. 22 - Party of Chaz ! (PENÚLTIMO CAPÍTULO)

Antes(...) Justin: Hunf' parei! - ele disse parando e me beijou, depois parou - Eai, gostou? - ele sorriu
Jasmine: De quê? - fiz voz de bebê.
Justin: Do Lobisomen. - ele fez uma voz engraçada e eu ri.
Jasmine: Gostei, seu bobo! - eu disse e die um selinho nele - Sabia que alguém podia pensar que eu estava correndo perigo? - eu disse sorrindo.
Justin: Sabia sim! Mas foi divertido. - ele sorriu.
Jasmine: Foi sim, seu gostoso!
                                                    ...

Agora...


Sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013, Startford. Ontário - Canadá, casa do Chaz, ás 21:58min.


P.O.V Justin

  Eu e Jasmine chegamos  e já fomos entrando, o Chaz deve estar só de boa com a Mari... os dois estão ficando, não é demais? Okay! Agora eu fiquei louco. Ki gay! Viadice Off

Justin: NOSSA, que festa hein... - eu disse olhando para os lados, cheio de gente, música, mulheres... - AI! Tá louca mulher? - resmunguei com a mão na cabeça, onde a Jasmine tinha batido.

Jasmine: Fiquei faz 1 segundo quando vi você olhando pra essas aí.

Justin: Eu não estava olhando apenas observando a festa! - eu sorri e cheguei mais perto dela - Você sabe que eu te amo... - coloquei a mão no rosto dela.

Jasmine: Eu sei sim! Mas as vezes duvido disso. - ela me encarou.

Justin: Oxeee, tá ficando doida? - me afastei.

Jasmine: Você sabe muito bem como eu fico vendo você olhando pra outras mulheres.

Justin: Aiai' a ciumenta de sempre!

Jasmine: Não sou ciumenta! Eu cuido do que é MEU.

Justin: Eu virei brinquedo, foi? - encarei ela.

Jasmine: Não, amor meu! Eu só cuido do meu homem, entendeu? - ela disse grudando nossos corpos e olhou dentro dos meus olhos.

Justin: É, entendi! - eu disse tentando mandar no papo, não deu muito certo. Ela se afastou de mim e riu - Qual foi a graça?

Jasmine: MEU, olha só aquilo! - ela disse apontando pra um lugar atrás de mim - Quem é esse retardado? - ela disse rindo e com a mão na boca, ai você se pergunta "O que se passa?", tem um garoto só de cueca gritando, ele estava bêbado, e olha que a festa nem começou direito.

Justin: Ah' é o Lohan! MEU, a festa nem começou direito e ele já está assim. - eu disse rindo.

Chaz: - ele apareceu - Eaê pessoal!

Jasmine: Oi Chaz! - ela dei um beijo na bochecha dele e vice-versa.

Chaz: Eaê cara!

Justin: Eaê manolo! - eu disse e fizemos toque - Curtindo bastante, né? - eu sorri maliciosamente.

Chaz: Ér, não...

Jasmine: Como assim? A Mari não veio?

Chaz: É isso aí, ela não veio!

Justin: Mas ela vai vir, né?

Chaz: Não! Ela está cuidando da avó dela que está doente...

Jasmine: Nossa, tadinha dela!

Chaz: Eu também acho, a Mari preferiu cuidar da avó dela do que se divertir.

Justin: Pelo menos ela tem um motivo! E é um motivo importante... ela preferiu cuidar da avó dela, porque não quer que ela morra, agora você, ela não precisa ficar com você o tempo todo, você não está prestes a morrer como a avó dela. - eu disse olhando pro Chaz e sério.

Chaz: Você tem razão! É melhor eu curtir á festa. - ele disse e saiu.

Jasmine: Awwwwn' Jus... *-* Eu achei tão fofo o que você disse. - ela disse olhando pra mim.

Justin: Achou? - estranhei. Quem acharia fofo o que eu disse? Só a JVillegas mesmo! As vezes eu penso que ela é estranha. ;s

Jasmine: Achei sim, meu amor! - ela sorriu e eu revirei os olhos.

Justin: Então tá... fazer o quê! - eu ri pegando um copo que estava na bandeja que um garçom tinha trazido, Jasmine pegou um também - Que isso? - eu disse cheirando a bebida, tinha um cheiro fortíssimo.

Jasmine: - ela fez  a mesma coisa e disse - Eu acho que é uísque, ou 51, ou velho barrero, ou tequila, ou Maria Mole!

Justin: O que é isso que você disse?

Jasmine: São umas bebidas com cheiro forte do Brasil! - ela sorriu.

Justin: Eu acho que o Chaz não tragaria bebida de cachaceiro do Brasil. - eu disse e nós rimos.

Jasmine: Você tem razão! - ela bebeu - É tequila misturada com Vodka.

Justin: Eca! Eu não vou tomar isso... - eu disse colocando o copo no balcão, então eu ouvi um barulho alto, era uma música eletrônica do Ali Pierre, "Live it up". - WOW, eu adoro essa música! - eu disse animado e puxei a Jasmine.

Jasmine: Seu louco! - ela riu e voltou pra onde estava, eu fui até ela.

Justin: O que foi?

Jasmine: Nada! É que uma certa pessoa derramou minha bebida toda no chão... - ela disse ironicamente e me encarou.

Justin: Desculpa! - eu sorri.

Jasmine: Tá bom! Agora toma uma Vodka ai... - ela disse me entregando uma garrafa e pegou outra igual.

Justin: - fiquei encarando a garrafa e olhando pra ela.

Jasmine: TOMA LOGO! É BOM. - ela disse alto, mas pareceu que foi baixo por causa da música.

Justin: Okay! - eu disse e bebi a vodka, tava boa demais! Tomei bastante mesmo, eu vi até a Jasmine rindo de mim. Fiquei louco! Eu não sabia o que estava fazendo, estava todo mundo dançando e eu fui pro meio dançar também, eu tava doido... a vodka me deixou malucão! Dancei demais e fiquei gritando, então por causa do calor, tirei a blusa, vi um monte de mulheres dançando ao meu redor, elas passavam a mão na minha barriga e me lambiam, eu tava louco, não queria saber! Então eu vi o Ryan me puxando - HEY! SAI, ME SOLTA! - gritei tentando me soltar.

Ryan: - ele me levou pro sofá e eu me sentei lá - JUSTIN, VOCÊ ESTÁ BÊBADO! - ele disse alto.

Justin: Eu não estou bêbado!

Ryan: Olha... é melhor você parar de dançar com essas mulheres, se não  você vai perder sua namorada.

Justin: Eu tenho namorada? - eu disse quase fechando os olhos.

Ryan: MEU, se a Jasmine ouvir isso tu tá ferrado!

Justin: Ah' a Jasmine que é minha namorada?

Ryan: É... ela sim! Agora fica ai sentado que eu vou falar com a Jasmine. - ele disse e saiu.

Justin: O.k! - eu disse me deitando no sofá e fechei os olhos, logo os abri e vi umas pernas bem na minha frente, olhei pra cima e era uma mulher desconhecida por mim.

Mulher: Oi gato! - ela sorriu e eu me sentei no sofá - Quer fazer uma rapidinha? - ela dei um sorriso malicioso.

Justin: Eu... tenho namorada! - minha voz saiu estranha.

Mulher: Você ter namorada? - ela deu uma risada irônica.

Justin: Eu sou o Justin Bieber!

Jasmine: E sim, ele tem namorada. - ouvi a voz dela e ela se sentou do meu lado no sofá.

Mulher: Ah' quer dizer que vocês são namorados? - ela disse, bufou e saiu.

Justin: Jasmine... - minha voz saiu rouca, coloquei minha cabeça no colo dela e ela ficou acariciando o meu cabelo.

Jasmine: MEU, você é louco! - ela riu.

Justin: Sou mesmo..

Jasmine: Eu não quero ver você dançando com nenhuma piriguete, ouviu? - ela disse e deu um tapa na minha cabeça.

Justin: AI! Tá bom. - coloquei a mão onde ela tinha batido.

Jasmine: Agora vamos levanta que você vai dançar é comigo! - ela me tirou de lá e se levantou.

Justin: Mas minha cabeça está doendo. - resmunguei.

Jasmine: Você consegue andar, certo? Então vem comigo! - ela também estava meio bêbada, mas muito menos do que eu, me levou até não sei aonde e começamos a dançar, ela bebia e ainda dançava, eu fazia o mesmo, quero curtir! A festa terminou. Nós terminamos assim: bêbados, caindo, malucos de olhos virados e molhados por causa da bebida, nem via mais nada, só sei que adormeci.

 P.O.V Chaz (Abertura de Chaz, vamos mostrar como o Chaz se sente, a vida dele! First time. --' )

Chaz: MEU, olha como eles estão! - eu disse apontando pro Justin e pra Jasmine.

Ryan: Eles não podem ir embora assim...

Caitlin: Chaz, por que você não deixa eles dormirem aqui? É melhor!

Chaz: Vou ter que fazer isso mesmo, levar eles pra casa, eu não vou! Já são 5 horas da manhã... - eu disse e olhei pro Wallace - me ajudar a levar eles? - eu sorri com cara de pidão.

Wallace: Tá bom! - ele disse e me ajudou a levar o Justin que estava dormindo - Meninas, que tal uma ajudinha? Ajudem a Jasmine!

Andressa&Caitlin - Wallace: Tá bom! - elas disseram juntas e ajudaram a Jasmine.

Chaz: MANO, o Justin é bem pesado... - eu disse subindo as escadas, chegamos no corredor e nós levamos ele pro quarto ele pro quarto de hóspedes e as meninas levavam a Jasmine, tiveram sorte porque ela estava acordada, colocamos eles na cama e saímos dali, fomos lá pra baixo.

Caitlin: MEU, a Jasmine é pesada demais!

Andressa: É mesmo, mas o bom é que ela estava acordada, e o Justin que estava dormindo?

Wallace: É, não foi bom carregar o Justin. - ele disse e sorriu.

Chaz: Eu to morto! - me deitei no sofá e liguei a TV.

Caitlin: É melhor nós irmos!

Ryan: É, é melhor mesmo cait... - ele disse e eu não ouvi mais nada, só uns "tchau", respondi e eles foram embora.

Chaz: Que bagunça! - olhei em volta e me levantei do sofá, me deitei com tudo na cama  e senti meu celular vibrando, tirei ele do meu bolso e olhei no visor, era uma menasgem da Mari, dizia:

      " Oi meu amor... como foi a festa?
                           Xoxo Mari sz"

 Respondi escrevendo:
       "Minha gatinha ainda está acordada? ^^ É, a festa foi boa! Como você está?
                                                  Beijos! Chaz sz' "

  Logo em seguida ela me mandou...
      "É totozo, eu to sim! >< Hum... arrasou bastante corações? haha' É, eu estou bem! Tirando que minha avó só anda piorando, eu to maravilhosa"

  Então eu respondi...
      "Hum... totozo! Eu sou totozo. õ/ haha' Nem tanto, okay? Só fiquei pensando em você! E... não se preocupa que sua avó vai ficar melhor. :'( "

    "Totozo sim! O meu totozo, tá? >< Awwwwn't eu também não parei de pensar em você! É... ela vai sim! :) "

    "Okay! Sou só seu e de mais ninguém. É! ;* ... tá sem sono?"

    "*-* É, o sono não vem e a falta de sono não passa. Queria estar ai com você! ;)"

    "E eu queria que você estivesse aqui comigo! ^^ Problema é que os bêbados, Jasmine&Justin, estão dormindo aqui no quarto de hóspedes, Affff --' "

   "aah' não foi legal deixar eles dormirem ai?"

    "Nem um pouco! As meninas tiveram que carregar a Jasmine, e eu e o Wallace carregamos o Justin que estava dormindo. Pensa numa pessoa pesada... é ele! rs "

   "Eu queria estar ai pra ver isso! haha "

  Continuamos mandando SMS um pro outro, nem vi a hora passar, até ela dizer que a avó dela tinha acordado e ela ia dormir, mandei meu último SMS ...

   "Fica com Deus, meu amor.. eu te amo muito! >< Beijos! Chaz sz' "

  Depois do meu último SMS, olhei no celular e era 08h53min, meu... eu fiquei conversando com ela á quase 4 horas? NOSSA, sinistro! To morrendo de sono. Tire a calça e a camisa e deitei de novo, assim eu apaguei...

  No mesmo dia mais tarde...


Continua! com 3 comentários...


  Hi girls! Como estão? Eaí, gostaram? Perceberam que é o penúltimo capítulo? É isso aí! Mas não tem nada não... tem muita coisa por vir, turnê... casamento... filhos e... o resto é resto! kkkk' Eu ainda não preparei o resto, mas claro que vai ser um resto muito bom. ;) kkkkk' Sem zoar agora. O que acharam da abertura de Chaz Somers? Gostaram? E... continuo com 3 comentários, okay? Se vocês querem ler Love a Criminal, comentem aqui! ^^ Então é só isso mesmo, to indo! Bye bye. Xoxo Mariiih' :*

quinta-feira, 22 de março de 2012

Parte 8 - Love a Criminal ♥ (BIG)

 P.O.V Karen

 Depois de muitos tapas, vi que apaguei. Acordei e estava deitada na cama e tinha um cobertor em cima de mim, eu estava com uns curativos no rosto e sei lá! Acho que o Bieber não quer mesmo que eu morra, quer saber? To nem aí! Olhei para os lados e não o vi, ouvi um barulho e era ele saindo do banheiro, me sentei na cama.

Justin: Você está bem? - ele disse com cara de preocupado.

Karen: Um pouco... pra que você quer saber? Já não estava prestes a me matar? Porque não deixou eu morrer logo de uma vez?

Justin: VOCÊ NÃO VAI MORRER! - ele gritou irritado.

Karen: Então porque quase me matou, hein?

Justin: Você me irritou e está fazendo isso agora! Dá pra parar? - ele disse me encarando.

Karen: Desculpa! - me levantei e em seguida ele já estava na minha frente - O que foi? - estranhei.

Justin: Nada, vai! - ele revirou os olhos.

Karen: Ér... e o que você vai fazer hoje?

Justin: Eu estava pensando em assaltar um banco. - ele disse e sorriu.

Karen: E o que você vai ganhar com isso?

Justin: DINHEIRO!

Karen: E pra que você quer tanto dinheiro?

Justin: Dá pra parar de fazer perguntas? Você está me irritando!

Karen: É, eu tenho esse dom. - eu disse e ri.

Justin: Vadia! - ele disse baixo, mas é claro, eu ouvi.

Karen: Eu adoro quando você me chama de vadia. - eu disse sorrindo.

Justin: Bateu com a cabeça, foi?

Karen: É, NÉ?! Mas eaí... quando vai ser o assalto? - eu sorri.

Justin: Como assim? Você não vai!

Karen: E porque logo agora eu não vou? Quando você estiver sendo perseguido pelos policiais, você vai pensar "A Karen deveria estar aqui", mas não.

Justin: Olha... você não vai e pronto!

Karen: Porque você não quer que eu não vá?

Justin: Não importa! Você e o Ryan estão em todos os canais de televisão, todos já sabem do assalto, aquelas câmeras filmaram tudo. MEU, porque eu não pensei nas câmeras? Eu sou um otário! Ah' dane-se! O MUNDO INTEIRO JÁ SABE QUEM É A KAREN, vê se me entende! Eles devem estar te procurando pelo mundo inteiro.

Karen: AI. MEU. DEUS! - eu disse completamente desesperada.

Justin: O que foi?

Karen: Nada não! Justin.

Justin: Não! Por que essa cara?

Karen: Eu já disse, não é nada de mais. - me sentei com tudo na cama.

Justin: - ele pegou no meu braço - AGORA VOCÊ VAI ME DIZER! - ele disse alto.

Karen: Eu só falo se você me soltar. - eu disse e ele me soltou - Lembra que eu disse que meu ex-namorado tinha terminado comigo?

Justin: LEMBRO! O que isso tem a ver?

Karen: Eu não sei, mas ele deve estar sabendo disso.

Justin: E pra que você fica se preocupando com o seu ex? Ele não terminou com você? Que se foda ele!

Karen: Você não me entende... o Chaz está no Brasil, ele deve estar querendo falar comigo.

Justin: Chaz? Esse é o nome dele?

Karen: Sim, por quê?

Justin: Qual o nome verdadeiro dele?

Karen: Charles Somers! - eu disse estranhando tantas perguntas - Pra que está me perguntando isso?

Justin: Eu tenho a leve impressão de que conheço esse nome de algum lugar!

Karen: Não sei não, eu e ele fomos pro Brasil quando tínhamos uns 13 anos.

Justin: NOSSA, que interessante! - ele disse ironicamente.

Karen: Eu também tive essa impressão com você, mas deve ser besteira.

Justin: EU, o Ryan e o Christian tinham um amigo chamado Chaz, Chaz Somers, Charles Somers, mas ele foi pro Brasil com a mãe dele e junto com uma menina e a mãe dela - ele disse e aos poucos arregalou os olhos - É VOCÊ! - ele apontou pra mim.

Karen: Como assim, eu?

Justin: Você é aquela menina que foi embora com o Chaz! - ele disse espantado.

Karen: Pra que tanto espanto?

Justin: É você mesma? Eu não acredito! É você mesma. - haha' muito engraçado, responder a própria pergunta.

Karen: Sim, sou eu! Porque está tão surpreso?

Justin: Você está totalmente, completamente mudada! - ele sorriu.

Karen: Hum... to mais feia?

Justin: NÃO, está mais gostosa! - ele disse com um olhar malicioso. O que ele quis dizer com isso? Que eu sempre fui gostosa e agora estou mais? Aiai '-'

Karen: Muito lindo dizer isso de mim... affff'

Justin: Ué, não gostou do elogio?

Karen: Sabe que não? Deu-me asia.

Justin: Sério? Não parece! Parece mais que você gostou. - ele sorriu.

Karen: Fala sério! Mas me diz, gostou de estrupa sua antiga amiga? - eu o encarei.

Justin: Não me deixa irritado. - ele disse com  cara de bravo.

Karen: Eu só estou fazendo uma pergunta, se sentiu ofendido? Porque eu, não! - eu disse e ri.

Justin: - ele pegou nos meus dois braços e apertou - Olha aqui, você está passando dos limites com essa provocação contra mim, dá próxima vez você vai se ver comigo.

Karen: Você vai me matar? Porque não mata logo?

Justin: Eu não vou te matar, vou fazer coisa pior! - ele disse com um olhar raivoso.

Karen: O que é pior do que morrer?

Justin: Não te interessa! - ele apertou mais meu braço.

Karen: AI! - gemi - Você está me machucando... me solta! - eu disse tentando me soltar dele.

Justin: Olha aqui, não é só porque eu te conhecia que eu vou te dar moleza não, tá entendendo? - ele disse com cara de bravo pra mim, depois me soltou.

Karen: Eu entendi sim! Mas queria ser muda, cega e surda. - me sentei na cama.

Justin: Ai ia ser muito melhor pra mim... - ele disse olhando pra mim com um olhar pervertido.

Karen: SAI DE MIM!

Justin: Eu ainda não entrei dentro de você, quer de novo? - ele disse sorrindo.

Karen: NÃO! - dei um berro que fez ele se irritar, ele ficou me olhando com uma cara nada boa, depois saiu.

    Fiquei lá sentada na cama até ouvir um barulho de celular, era o toque do meu! Fui procurando até achar ele dentro de uma gaveta, peguei ele e olhei no visor, era o Chaz me ligando...

Karen: ALÔ?

Chaz: Karen? É você mesma?

Karen: Sim, sou eu! Você está bem?

Chaz: Eu que te pergunto, você está bem?

Karen: Não! Você viu, né?

Chaz: Claro! Como você teve coragem?

Karen: Sinceramente, eu não sei. Mas eu fui obrigada, um cara me sequestrou e disse que se eu não ajudasse ele, ele ia me matar.

Chaz: Quem é esse cara?

Karen: Por incrível que pareça, é o Justin! Lembra do nosso amigo?

Chaz: O Justin?

Karen: É... - não continuei porque o mesmo tirou o celular da minha mão.

Justin: O que você pensa que está fazendo, vadia? - ele apontou a arma pra minha cabeça e depois olhou pro celular - QUEM ERA? FALA! - fiquei calada - QUEM ERA, SUA DESGRAÇADA? FALA LOGO! TÁ COM VONTADE DE MORRER, É? - ele gritou colocando a arma na minha cabeça de novo.

Karen: Era o Chaz! Pronto, falei. - eu disse com a cabeça baixa, eu só ouvia o Chaz gritando o meu nome no celular.

Justin: - ele atirou em um abajur e disse - A VADIA DA SUA NAMORADINHA MORREU! EU FIZ UM BOM TRABALHO, JÁ QUE VOCÊ QUERIA ISSO MESMO. - ele disse no celular, Chaz gritou um "O QUÊ?" e ele jogou o celular no chão, quebrou em pedaços. - Agora meu papo é com você... - ele apontou mais uma vez, a arma pra minha cabeça e sentou na cama de frente pra mim - Vadia, eu já falei pra você não me provocar! Dessa vez você passou completamente dos limites.

Karen: Me mata, então... não é isso o que você quer? - eu disse com raiva e recebi um soco.

Justin: Eu já te disse que eu não vou te matar!

Karen: Então porque fica me torturando? Já não basta a dor que eu sinto, se eu morrer não vai doer nada, me mata logo! - eu disse já chorando.

Justin: PARA DE CHORAR, PORRA! - ele gritou rude e tirou a arma da minha cabeça.

Karen: Se você não me matar, EU me mato! - eu disse decidida.

Justin: VOCÊ NÃO VAI FAZER ISSO! - ele gritou olhando pra mim bravo.

Karen: E quem vai me impedir? - limpei uma lágrima.

Justin: EU!

Karen: Justin... porque você está se importando se eu morrer ou não? Você NUNCA gostou nem um pouco de mim!

Justin: Nunca diga nunca! E você está enganada, eu sempre gostei de você. - ele disse meio baixo.

Karen: O quê? - disse impressionada.

Justin: Eu não vou falar duas vezes! - ele disse rude.

Karen: Desde quando você gosta de mim? Você sempre me tratou mal e continua me tratando! - eu disse encarando ele.

Justin: Olha... eu te tratava mal por causa do Chaz.

Karen: Tá, eu boiei!

Justin: Eu não vou explicar se não eu vou ficar aqui até amanhã.

Karen: Então tá! - eu sorri e me levantei.

Justin: Aonde você vai?

Karen: Vou comer... - olhei pra ele e ele se sentou na cama, depois eu sai do quarto.

  Fui até a cozinha. Impressionante, sempre que eu venho aqui tem pessoas desconhecidas por mim, menos o John, Christian e Ryan. Me sentei na mesa onde estava os três.

Karen: oooooooooooi! - eu sorri olhando pra eles e acenando.

Chris&Ryan&John: Oi '-'

John: O que faz aqui?

Karen: Então... eu sou humana e sinto fome! - eu disse e eles riram.

Christian: O que aconteceu com você...?

Ryan: Parece que você estava chorando.

Karen: Eu estava mesmo! E... o Bieber descobriu que me conhece desde pequeno.

John: Ãhn?

Christian: aah' então você é a Karen que foi embora com o Chaz...

Karen: Sim, eu mesma! E o Chaz é meu ex-namorado.

Ryan: E porque o idiota foi terminar com você?

Karen: Ele terminou comigo só porque eu ia vir pra cá a trabalho e ele ia ficar no Brasil. Tipo, idiota mesmo!

Christian: Olha, é melhor parar de falar do Chaz, o Jay-b odeia ouvir alguém falando sobre homem.

Karen: Affff' que besteira! - revirei os olhos.

Ryan: John, porque está tão calado?

John: Nada de mais! Só pensando.

    Nós ficamos comendo e conversando, eu estava me dando bem com Ryan&Christian, apesar de eu já conhecer eles. O tempo passou e eles continuam engraçados, eles estavam me contando umas coisas que eu rachava de rir! Até o Justin aparecer... batendo palmas.

Continua! com 5 comentários...

segunda-feira, 19 de março de 2012

Pick Me - 2ª Temp. - Part. 21 - Um dia eu ia ter que escolher,... (BIG & HOT)

Antes(...) Jasmine: OOOOOH' JUSTIN, VAI GOSTOSO! - gemi alto e vi Justin sorrindo, é o melhor banho que nós já tivemos. kkkkkk  Então ele parou me deixando com mais tesão ainda e eu gozei. Paramos com aquilo tudo e começamos com o nosso maravilhoso banho, foi meio melante, porque o Justin só ficava me lambendo, mas eu gosti! *_* Terminamos o banho, saímos e trocamos de roupa, me deitei na cama junto com ele e eu logo dormi.

  No dia seguinte...


Agora...


 Acordei com o sol batendo no meu rosto, eu ainda estava abraçada com o Justin, olhei pra ele  eme lembrei da noite maravilhosa que nós tivemos, sorri automaticamente.

Justin: Bom dia, amor da minha vida! - ele disse sorrindo.

Jasmine: Bom dia gostoso! - eu disse sorrindo e dei um selinho nele.

Justin: Eu estava esperando esse dia chegar...

Jasmine: Que dia? - eu disse surpreendida.

Justin: De você me chamar de gostoso. - ele sorriu - Você sempre duvidou disso, agora que comprovou vai me chamar assim pra sempre. - ele disse se achando.

Jasmine: Claro! Eu não posso dizer uma coisa que eu não sei se é verdade.

Justin: Hum... eu comprovei! Jasmine Marie Villegas é a única garota gostosa do planeta! - ele disse e nós rimos.

Jasmine: Não exagera! - me sentei na cama - Tem muita mulher gostosa no Brasil...

Justin: Mas você é a única pra mim.

Jasmine: - olhei pra ele - Awwwn' coisa mais linda! - apertei as bochechas dele.

Justin: AI Jasmine! Tá parecendo minha mãe. - ele disse com a mão nas bochechas e se sentou na cama.

Jasmine: Desculpa gostoso! - eu disse sorrindo e fui andando até o banheiro.

Justin: Vai tomar banho?

Jasmine: - olhei pra ele que estava com aquele sorriso malicioso - Sim! Por quê?

Justin: Deixa eu ir também? - ele disse fazendo bico e saiu da cama.

Jasmine: Só se você conseguir me pegar! - eu disse e sai correndo pra dentro do banheiro, antes que eu pudesse fechar a porta, ele entrou lá dentro e me agarrou - HAAAAA! Assim não vale ! - eu disse e fiz bico, ainda rindo.

Justin: Você que pediu... - ele disse beijando o meu pescoço.

Jasmine: Mas você foi rápido demais! - me virei de frente pra ele que estava apenas de cueca box, dei um beijo rápido nele, ai coloquei minha mão em seu tórax e fui descendo a mão ainda mais - Hum... é assim que eu gosto! - eu disse sorrindo maliciosamente e coloquei a mão no pênis dele e apertei, o garotão ali tava pedindo pra sair!

Justin: Ai Jas, assim dói. - ele disse gemendo.

Jasmine: Eu sei muito bem que você gosta disso, seu gostoso! - coloquei a mão na nuca dele e o beijei bruscamente, apertei mais seu pênis e ele gemeu entre o beijo, tirei minha mão e ele me levou pra dentro do chuveiro e ainda me beijando, parei de beijá-lo e tirei a roupa, ele ligou o chuveiro, depois continuou me beijando, esse beijo tá mega molhado e muito HOT, depois de ontem á noite, eu não me responsabilizo pelos meus atos, eu faço o que vem na minha cabeça, se vem safadeza, eu faço safadeza! 66' Justin fez isso mesmo, ele não perdeu tempo, fez o que deu na telha... mas nós não fizemos nada mais do que uns beijos ferozes e molhados, tomamos o banho, terminamos e eu troquei de roupa, Justin fez a mesma coisa - Você vai na festa do Chaz? - eu disse arrumando o meu cabelo.

Justin: Eu tinha até me esquecido! - ele disse se sentando na cama com tudo.

Jasmine: Eu sei como você esqueceu... - eu disse com um sorriso malicioso.

Justin: Pirou, mulher? - ele disse olhando pra mim com uma cara estranha.

Jasmine: Claro que não, gostoso! Você teve mesmo uma desculpa pra esquecer. - olhei pra ele.

Justin: Hum... e você até que gostou da minha desculpinha, né? - ele disse vindo em minha direção e me abraçou por trás.

Jasmine: Gostei até demais! - eu sorri.

Justin: Pra quem não queria fazer isso nunca, você até que gostou bastante.

Jasmine: Um dia eu ia ter que escolher, transar com você ou morrer virgem.

Justin: aah' então você preferiu transar porque é mais gostoso! - ele disse sorrindo e eu olhei pra ele.

Jasmine: Sempre foi! É que eu era infantil pensando aquilo de sexo.

Justin: Ainda bem que você sabe... agora vai querer todo dia. - ele disse e riu.

Jasmine: Não exagera, Bieber! - eu disse encarando ele e ri.

Justin: Agora eu sou o Bieber, é?

Jasmine: Não reclama! Eu vou te chamar do que eu quiser, cachorrão. - eu disse rindo e sai correndo lá pra fora, ele veio atrás - aaah' não! - eu disse caindo em cima do sofá com o Justin agarrado em mim.

Justin: Ah' não, nada! - ele disse beijando o meu pescoço.

Jasmine: Aiai' Justin! Faz cócegas. - eu disse rindo e tentando me afastar dele.

Justin: Que nada! - ele riu e depois parou.

Jasmine: Para! - encarei ele - Depois a gente brinca... okay? - pisquei pra ele.

Justin: Okay! - ele sorriu e saiu de cima de mim. - Tá com fome?

Jasmine: ôôôh' - eu disse me sentando no sofá - um Starbucks seria bom demais!

Justin: Então levanta desse sofá e vamos comprar um Starbucks. - ele disse pegando em minha mão e me levantou.

Jasmine: WOW, vamos sim! - eu sorri e arrumei o meu cabelo que tinha bagunçado, depois saímos da Suíte e fomos no Starbucks ali perto, chegamos e nos sentamos perto da janela, fizemos nosso pedido e enquanto não chegava, ficamos conversando, mas ouvi algo - É seu celular?

Justin: - ele pegou o celular - É sim! E é o Chaz. - - ele disse e atendeu, colocou no viva-voz - Eaê cara!

Chaz: Eaê!


Justin: O que o senhor deseja? - ele disse com uma voz engraçada, eu ri baixo.

Chaz: Tapado! É que a festa foi cancelada.


Justin: Por quê?

Chaz: Eu sou tão otário que esqueci que hoje é segunda, então a festa vai ser nessa sexta á noite.


Justin: Então tá!

Chaz: Falow!


Justin: Falow! - ele disse e desligou o celular.

Jasmine: aah' :/ eu tava ansiosa pra festa e ele vem e faz isso? - eu disse fazendo bico e cruzei os braços.

Justin: Deixa.. é bom que  a gente brinca mais! - ele sussurrou perto do meu ouvido.

Jasmine: Safadinho. - eu disse sorrindo.

Justin: Você vai ver o safado mais tarde! - ele disse sussurrando e olhando pra mim. Ficamos ali trocando olhares e mandando beijos um pro outro, então o Starbucks chegou e nós ficamos tomando em silêncio, só fazendo alguns comentários. Terminamos e voltamos pro Hotel, quando chegamos na Suíte, eu fechei a porta e o Bieber começou a me beijar do nada.

Jasmine: Que isso Justin! - eu disse parando o beijo e me sentei no sofá.

Justin: Eu quero começar nossa brincadeira logo! - ele sorriu e sentou do meu lado.

Jasmine: Tu é apressado, ein? - eu disse e ri.

Justin: Não é que eu sou apressado, é que eu pensei umas coisas aqui e... - interrompi ele.

Jasmine: E sua vontade de transar foi aumentando, né? - eu disse sorrindo.

Justin: É isso aí! Como você sabe?

Jasmine: Tive uma certa impressão que era isso mesmo... - eu disse e ele riu.

Justin: Eaí, vai liberar? - ele disse colocando a mão na minha cintura.

Jasmine: Ainda está cedo! Que tal pro fim da tarde? - eu disse provocando ele.

Justin: aaaah' :/ vai demorar! Eu quero o mais rápido possível, você não quer? - ele fez cara de insistente.

Jasmine: Sei lá! Você já ficou viciado?

Justin: Não! Só estou excitado. - ele disse colocando a mão dentro da calça.

Jasmine: WOW! Fica excitado rápido, eein... - eu disse olhando cada movimento que ele fazia com as mãos dentro daquela calça.

Justin: Vai dizer que você não gostou da noite de ontem... - ele disse olhando pra mim e sorrindo.

Jasmine: Nem vem com isso pra cima de mim! Você sabe muito bem que a noite de ontem foi perfeita, pelo menos pra mim.

Justin: Pra mim também! Você não quer de novo? - ele disse com um sorriso malicioso.

Jasmine: - olhei pros movimentos que ele fazia com as mãos dentro da calça e comecei a ficar excitada, ele consegue tudo! - Oh My God... - olhei pro lado não aguentando - você venceu! - agarrei ele e comecei a beijá-lo.

Justin: Tão rápido assim? - ele parou o beijo.

Jasmine: Cala a boca e me beija! - fiquei de pé e puxei e ele pra mais perto de mim, ficamos nos beijando e andando ao mesmo tempo, levei ele pra dentro do quarto, fechei a porta com o pé e não parei de beijá-lo, fui levando ele pra mais perto da cama, então joguei ele lá com tudo que sorriu logo depois.

Justin: Hum... na hora "H" você fica mais safada! - ele disse rindo e tirou a camisa.

Jasmine: Claro! Eu sou safada só na hora que me interessa. - eu disse tirando a blusa  e o shorts e ficando só de roupas íntimas, fui subindo em cima do Bieber bem devagar e quando cheguei meu rosto perto do dele, sorri maliciosamente e comecei a beijá-lo, aquilo estava uma melação que não dá pra acreditar, Justin percebeu e tirou a calça ainda me beijando, continuamos naquele "vai ou não vai?", então parei tudo e disse - Eu to ficando maluca! É melhor ir logo com isso. - eu disse e ele assentiu. Então ele tirou a cueca e eu tirei minha calcinha, ai ele começou a penetração, aquilo estava bom demais! Ele já começou indo rápido, eu gemia alto de prazer, ele não perdia tempo, queria me deixar louca, então começou a chupar e sugar meus seios, eu gemia mais alto ainda, ele sorria enquanto me chupava, então ele parou e começou a me lamber inteirinha até chegar em minha vagina, ele sugava com vontade, chupava com muita força, então ele chegou em meu clitóris e chupou como se fosse pirulito, vê se pode! kkkkkkk  Eu fiquei me contorcendo toda, aquilo era  muito bom... então ele parou e fez um sinal, fiquei de quatro e ele começou colocando só a 'cabecinha', ele estava me deixando louca e faz isso? - CARALHO, MEU! PARA DE DRAMA, BOTA LOGO ESSA PORRA. - gritei rude, ele deu um risada maléfica e me penetrou, NOSSA atrás é bem melhor! Sinistro, eu to falando cada besteira. PAREI! ;s Ele deu entocada fortes - AAAAAAAAAAARGH! ARGH, ARGH, ARGH! - gemi alto. Ele fazia aqueles movimentos, o "vai e vem", tava muito bom, pelo menos pra mim, eu gemia alto, alto demais e Justin gritava dizendo "Geme pra mim, vai gostosa!" ai como aquilo tava melhor do que nunca, eu gemia mais alto do que de costume, gemia o nome dele - OOOOOH' JUSTIN, VAI COM FORÇA, VAI! VAI. ISSO, NÃO PARA NÃO! NÃO PARA. - gritei gemendo, ele não parava mesmo, estava com as duas mãos segurando minha cintura, até que ele saiu de dentro de mim e gozou. Ai eu me deitei na cama de bruços, do jeito que eu estava e ele se deitou do meu lado logo em seguida, olhei pra ele e sorri, ele fez uma carinha de que queria mais e eu disse - O que foi?

Justin: Não vai fazer nada por mim? - ele sorriu maliciosamente.

Jasmine: Hum... to sabendo o que você quer! - eu sorri - Senta ai. - disse me levantando da cama, ele se sentou e eu me agachei de frente pra ele, então coloquei a mão em seu membro magnífico, que pelo amor de Deus, parecia ter uns 25, 30 centímetros, o bagulho é enorme MEU, fala sério! Mas enfim, coloquei a mão no bagulho grande e apertei, ele gemeu.

Justin: Vai ficar me torturando ou vai chupar logo essa merda? - ele disse rude e eu ri.

Jasmine: Ér, deixa eu ver! - coloquei a mão no queixo rindo e revirei os olhos - Tá bom... parei. - disse e sorri maliciosamente, comecei a chupar o bagulho grande, vai e vem era meus movimentos, eu lambia também, aquilo tava bom demais, Justin gemia quase alto, ao invés de gemer mesmo, ele gemia o meu nome, mas era "OH NÃO, JAS!", ele só me chama de Jas gemendo, isso é estranho, por isso que algumas vezes que ele me chama de Jas, eu estranho, porque só nessa hora que ele me chama assim. Enfim... os movimentos estavam magníficos, eu chupava com força, intensidade e muita vontade. Claro, pra mim isso é melhor do que pirulito, chupar é muito bom! Fiquei nesses movimentos e depois ele fez um movimento para eu parar, mas eu não estava nem aí, não parei de jeito nenhum, então ele gozou bem na minha boca, sinceramente? Eu não gostava disso, mas é bom! haha' Gozo tem um gosto estranho, um gosto que eu não queria, então eu parei com os movimentos e disse - Quer um pouquinho? - sorri e beijei ele fazendo ele beber aquele gozo, o gozo dele, então ta tudo certo! Claro que ele bebeu, mas continuou me beijando, eu estava em cima dele, sentindo sua magnífica ereção, então parei tudo e disse - Justin, é melhor nós tomarmos banho, né?

Justin: Então tá... - ele fez uma cara estranha e eu sai de cima dele, então fomos tomar banho.

   Terminamos o banho e trocamos de roupa, terminei e sai do quarto, fui até a cozinha pegar algo pra comer, me sentei na mesa e vi Justin entrando na cozinha, foi ai que me lembrei de uma coisa...

Jasmine: Justin! Você usou camisinha, né? - eu disse receosa.

Justin: Eu acho que sim! - ele disse revirando os olhos.

Jasmine: Como assim, "acha"? Ou você usou ou não usou! - eu disse indignada.

Justin: Tá, eu não usei! - ele disse com medo da minha reação, é pra ficar com medo mesmo...

Jasmine: Como assim não usou? Justin, você tem noção da burrada que a gente fez? - eu disse irritada.

Justin: Meu amor, você não está grávida!

Jasmine: Você não é médico! - encarei ele que fechou a cara - Eu aposto que você também não usou ontem...

Justin: Claro que eu usei! - ele disse alto.

Jasmine: Tem certeza? - olhei pra ele com cara de brava.

Justin: Não! - ele fitou o chão.

Jasmine: Eu sabia! ARGH! Não sei o que deu em mim de querer fazer sexo com você, eu sabia que ia acabar mal. - eu disse andando de um lado pro outro.

Justin: Você se arrependeu?

Jasmine: Claro que não! Não me arrependo de nada, mas e se eu estiver grávida? Eu sou muito nova pra ter filhos!

Justin: Nós só transamos duas vezes, você não deve estar grávida...

Jasmine: Okay! Vou fazer a prova então. - eu disse e sai da cozinha,  peguei minha bolsa que estava em cima do sofá, ele veio atrás de mim e pegou no meu braço.

Justin: Onde você vai?

Jasmine: Na farmácia comprar um teste! Ou talvez 10. - eu disse sorrindo, ele m,e soltou e eu sai, fui até a farmácia e comprei uns 10 testes, depois voltei pro Hotel, entrei na Suíte e o Justin estava vendo TV, quando me viu, desligou e se levantou do sofá- O que foi? - eu disse olhando pra ele.

Justin: Você comprou quantos?

Jasmine: 10, como dito... - eu sorri.

Justin: Já vai fazer o teste?

Jasmine: Nossa, sem dúvida! - eu disse entregando as sacolas pra ele e indo até a cozinha, bebi 1 litro de água e ainda peguei uma garrafa, entreguei ela pro Justin e peguei as sacolas, fomos pro nosso quarto, peguei a água e já com os testes na mão, entrei no banheiro e fiz o primeiro.

Justin: JÁ? O QUE DEU?

Jasmine:  - olhei bem pro teste e gritei - NEGATIVO! Agora só faltam 9 testes. - bebi mais água e fiz o segundo - NEGATIVO! - fiz o terceiro - NEGATIVO! - fiz o quarto - NEGATIVO! - fiz o quinto - NEGATIVO! - fiz o sexto - NEGATIVO! - fiz o sexto - NEGATIVO! - fiz o sétimo - NEGATIVO! - fiz o oitavo - NEGATIVO! - fiz o novo - NEGATIVO! - e por fim, fiz o décimo - NE.GA.TI.VO! - eu disse pausadamente e gritando, sai do banheiro rapidinho - MEU, os dez testes deram negativo, não pode ser... deve ter algo de errado. - eu disse desconfiada e olhando pro Justin.

Justin: Porque está assim? Queria estar grávida?

Jasmine: Claro que não! - eu disse revirando os olhos - Eu posso não estar agora, porque é cedo, mas tomara que eu não fique grávida depois também. - eu sorri de canto.

Justin: É, tomara mesmo! - ele sorriu e eu me sentei do seu lado, ele me abraçou - Jasmine, não precisa ficar assim... se anima, pelos menos você não está grávida! Não agora.

Jasmine: - olhei pra ele - Você quis dizer que eu posso ficar grávida depois, né?

Justin: É, mas você vai mesmo... - ele olhou pra mim esperando uma resposta positiva.

Jasmine: Vou, só que mais pra frente! - eu sorri e dei um selinho nele.

Justin: Eu te amo!

Jasmine: Eu também te amo... - eu  sorri e ele me beijou levando me pro seu colo, abracei a cintura dele com minhas pernas e continuei o beijando, um beijo molhado, penetrante com muitas línguas, "kkkkkk" . Parei o beijo porque estava ficando sem fôlego - O que vamos fazer?

Justin: Brincar um pouquinho... - ele sorriu maliciosamente.

Jasmine: De novo?

Justin: Depois eu que sou o safado, né? Só pensa nisso!

Jasmine: Agora você coloca a culpa em mim? Você que fez a sua cara maliciosa, queria que eu pensasse em quê? - eu disse rindo e sai do colo dele.

Justin: Okay! Não é esse tipo de brincadeira... - ele sorriu.

Jasmine: É qual, então? - eu disse olhando pra ele e andando pra trás.

Justin: - ele se levantou - AAAAAAH' NÃO! EU VIREI UM LOBISOMEN. - ele gritou com a mão no rosto - EU VOU TE PEGAR! - ele olhou pra mim rindo e depois fez cara de mal.

Jasmine: AAAAAAAH SOCORRO! - sai correndo - O LOBISOMEN QUER ME PEGAR! - fiquei correndo pela sala enquanto ele vinha atrás de mim.

Justin: RAAAAAAAWWR' - ele imitou um leão, WTF? e continuou correndo atrás de mim.

Jasmine: AAAAAAAH' SOCORRO! ELE QUER ME PEGAR. - eu disse alto e rindo, continuei correndo pela sala até eu esbarra no tapete e cair no sofá.

Justin: AAAAAAAAH' AGORA EU TE PEGO! - ele disse com uma cara de mal e rindo.

Jasmine: AAAAAAAAAAAAAAAAAAAH' NÃO FAZ ISSO COMIGO! EU NÃO QUERO MORRER. - eu disse fingindo estar com medo e ele subiu em cima de mim.

Justin: AAAAAAH' AGORA VOCÊ VAI VER. - ele continuou a cara de mal e de repente parou e sorriu, ele começou a me dar beijinhos no pescoço e eu fiquei rindo.

Jasmine: AI, AI, AI, AI, faz cócegas! - eu disse tentando fazer ele parar.

Justin: Hunf' parei! - ele disse parando e me beijou, depois parou - Eai, gostou? - ele sorriu

Jasmine: De quê? - fiz voz de bebê.

Justin: Do Lobisomen. - ele fez uma voz engraçada e eu ri.

Jasmine: Gostei, seu bobo! - eu disse e dei um selinho nele - Sabia que alguém podia pensar que eu estava correndo perigo? - eu disse sorrindo.

Justin: Sabia sim! Mas foi divertido. - ele sorriu.

Jasmine: Foi sim, seu gostoso!

                                                    ...

Continua!
     OOOOie! Sorry por não postar Love a Criminal, eu fiquei sem tempo de escrever aqui no blog, então como Pick Me eu já tinha aqui, eu postei Pick Me mesmo, tá? Mas eu acho que amanhã eu posto Love a Criminal, também dependendo dos comentários, mas em compensação, eu posto um BIG, okay? Só que por favor, comentem, tá? Preciso dos comentários das mesninas do Jus! Mas então, eu descobri que na minha escola tem um empresário, ele disse pra mim que conhece o Justin e o Chaz, disse também que é amigo do Chaz, tem o skype do Justin e do Chaz, tem o celular deles também e o facebook do Chaz, disse que ia passar pra mim, mas eu quase não acreditei, não sei se é verdade, mas tomara que seja. Bom... eu tenho que sair agora! Bye bye, xoxo mariih' :*

sábado, 17 de março de 2012

Pick Me - 2ª Temp. - Part. 20 - Vamos começar logo o serviço! + I'm back!

Antes(...) Justin: Você senta rebolando chamando o meu nome .. ♪ - ele cantou em português no meu ouvido. AMAZING! *-*
Jasmine: Subo subo rebolando chamando o seu nome .. ♪ - cantei de novo e dançando, aquilo estava muito bom, Justin dançando atrás de mim todo safadinho. hehe' As vezes ele colocava a mão no meu seio e no meu bumbum, eu sei que a gente estava dançando, mas estava bom! Quando a música acabou, passou 'Deixa ela passar - MC Nego Blue', continuei dançando, Justin continuou no meu ouvido, realmente eu não queria que aquilo acabasse.
                                                          ...


Agora...


Jasmine: DIANSTIIIIN! - eu disse entrando no quarto toda saltitante.

Justin: É Dianstên! - ele disse e riu.

Jasmine: Namorado, para de besteira? - me sentei do lado dele na cama.

Justin: Eu estava me imitando... era brincadeira! - ele sorriu.

Jasmine: Tá bom! Então, eu to mega animada pra festa do Chaz amanhã... - eu sorri toda animada.

Justin: Eu pensei que você estava animada pra ficar comigo... - ele fez bico.

Jasmine: Você tá falando do nosso plano de fazer sexo no Canadá? - me sentei no colo dele.

Justin: É! E já estamos no Canadá... só falta o sexo. - ele disse com um olhar malicioso.

Jasmine: Que horas são?

Justin: - ele olhou no relógio - Nove e quarenta e cinco. Por quê?

Jasmine: Tá bom! Vamos lá. - eu sorri.

Justin: Vamos onde? - ele estranhou.

Jasmine: Fazer sexo, garotão! - sai do colo dele e tirei minha blusa, fiquei só de shorts e sutiã.

Justin: WOW, ai eu gostei gostosa... - ele disse e tirou a camisa, mas depois parou tudo. - Pera aê! - ele fez uma cara estranha.
-------------------
ATENÇÃO: As próximas partes contém cenas inadequadas para as pessoas que não pensam em fazer sexo nunca, exagerei? Okay! Se não gosta, não lê, o problema não é meu se você sonhar com o Justin metendo em você depois. kkkkk' Foi você que leu e teve a maldita biebergams, okay? BOA LEITURA!
------------------------


Jasmine: O que foi? - encarei ele.

Justin: Eu preciso fazer uma coisa! - ele sorriu - Aqui no quarto. - ele disse me encarando.

Jasmine: E você quer que eu fique aonde? - eu disse com uma cara de que estava ofendida - Okay! Tá bom. - eu disse e entrei no banheiro. Fechei a porta com força e me joguei no chão, será que ele está brochando? Não, não! Acho que não. Fiquei ali me olhando no espelho, arrumando o meu cabelo e pensando, então eu ouvi alguém batendo na porta, claro que poderia ser o Justin, abri a porta e não vi ninguém, então eu sai do banheiro e fechei a porta, quando fui dar um passo senti  meu pé bater em uma caixa, me agachei e abri a caixa, tinha uma lingerie vermelha, me surpreendi, peguei a lingerie e vi ali mesmo um bilhete escrito "Pra você! Do seu namorado gostosão. xx Justin", eu ri com aquele bilhete, ele gosta mesmo de se achar, olhei em volta e estava tudo escuro, estava cheio de velas vermelhas em volta e a cama estava forrada com um lençol preto e cheia de pétalas vermelhas, MEU isso é mega romântico! Eu sorri surpreendida olhando tudo aquilo e depois entrei no banheiro, coloquei a lingerie e depois sai do banheiro, é o Justin não estava lá, me sentei na cama e percebi a presença de um ser.

Justin: Você tá maravilhosa! - ele disse e eu olhei pra ele, ele estava na porta olhando pra mim - Gostou da lingerie? - ele sorriu.

Jasmine: É né, gostei sim! - eu sorri e ele fechou a porta - Eu pensei que você tinha brochado... - eu disse me deitando na cama e olhando pra ele.

Justin: Nossa, foi pensar logo isso de mim? - ele se sentou na cama, percebi que ele estava só de box, hmmmm!

Jasmine: aaaah' eu pensei! Você parar numa hora daquelas, claro que eu tinha que pensar que você ia brochar ou já tinha brochado. - eu disse e ele riu.

Justin: Então tá... como eu não brochei, vamos começar logo o serviço! - ele disse com um olhar pervertido e beijando o meu pescoço.

Jasmine: Hum... tá querendo avançar rápido demais! Pera aê. - eu disse olhando pra ele e me deitei na cama.

Justin: Okay! - ele disse se deitando atrás de mim e começou a me beijar, ele passava uma mão em meus seios e a outra alisava meus cabelos, como ele estava em cima de mim, eu estava sentindo seu pênis e aquilo me deixou completamente com tesão, então o Justin parou de me beijar e fitou meus seios, eu dei um riso fraco e ele rasgou meu sutiã com todas as suas forças, mais um vez, fitou meus seios com um olhar pervertido e começou a chupá-los, aquilo estava muito bom mesmo, ele os sugava com vontade, com intensidade e com carinho, meu tesão estava aumentando ainda mais, então ele parou...

Jasmine: Eu não aguento mais! Anda logo com isso. - eu disse respirando.

Justin: Nossa mulher, tá bom! - ele riu e continuou me beijando, ele se deitou do meu lado e ainda me beijando e foi tirando o meu shorts, eu ajudei ele e depois ele tirou minha calcinha, então o bagulho estava esquentando, tirei a cueca dele e mesmo ainda o beijando, senti a ereção de seu pênis em minha perna, então ele parou de me beijar e começou a penetração, ele foi indo devagar no começo me fazendo sentir dor, eu gemia demais, gritava de dor e ele nem ai, só estava sorrindo e gemendo também, então toda aquela dor foi se transformando em prazer, me senti mais leve, Justin penetrava bem mais rápido, eu gemia, gemia, gemia de prazer, eu não sabia que sentir ele dentro de mim era tão bom! kkkkkk Ele foi dando entocadas bem forte me fazendo gemer mais alto ainda, até que ele parou e se jogou na cama do meu lado - MEU, isso foi bom demais... - ele sorriu olhando pra mim.

Jasmine: Eu que o diga! - eu sorri olhando pra ele e o beijei. É tão maravilhoso fazer isso com a pessoa que eu amo, *-* quando eu o beijei, eu fui subindo pra cima dele e claro, senti sua ereção em mim, então eu não aguentei, ele já me deu muito prazer e agora eu quero fazer o mesmo por ele! Parei de beijá-lo e ele se sentou na cama, me agachei ali em frente e comecei a sugá-lo com vontade, no começo eu não sentia o gosto bom, por causa do costume de fazer aquilo, mas quanto mais eu chupava, mais eu me acostumava, aquilo tava bom demais! Never saw. Justin gemia alto de prazer, aquilo me fazia sorrir, comecei a sugar mais rápido e o Justin a gemer mais alto, então ele disse que ia gozar, eu não estava nem ai e ele gozou na minha boca, eu engoli como se fosse leite kkkkkkk  continuei com os movimentos e depois parei, me deitei em cima da cama do lado dele e disse - Vamos tomar um banho? - eu disse e ele olhou pra mim.

Justin: Vamos! - ele sorriu e colocou a cueca, eu me levantei da cama e sai correndo pra dentro do banheiro, Justin ficou lá, depois vi ele na porta do banheiro - MEU, como você consegue...? - ele disse sorrindo maliciosamente.

Jasmine: - liguei o chuveiro e disse - Consegue o que? - olhei pra ele.

Justin: Ser sexy correndo toda pelada! - ele disse e eu ri. - É sério! Você só sabe rir. - ele entrou dentro do box e me abraçou por trás.

Jasmine: Ai Jus... - gemi baixo por estar sentindo sua ereção, me virei e vi outro Justin, mais safado, com um olhar de desejo, ele me deseja? É, disso eu já sei! Claro que ele quer algo á mais. Let's go!

Justin: - ele sorriu com um olhar nada pervertido, [ironia/] colocou a mão no meu rosto e me beijou bruscamente, eu fiquei sem saber o que fazer, mas correspondi já de cara, ele pediu passagem para a língua e eu cedi, nossas línguas estavam em sintonia e  Justin me levava pra de baixo do chuveiro.

Jasmine: Justin, vai devagar! - eu disse em um gemido baixo, ele tinha parado de me beijar e estava começando a me lamber, não é tão ruim assim né? Ele apenas sorriu e não parou, eu dava gemidos baixo, então como eu sabia que ele não ia parar, mesmo se eu quisesse ou não, eu comecei a fazer o mesmo, aquelas lambidas estavam saindo do limite, eu não estava aguentando tanto tesão.

Justin: - percebi que ele estava na mesma, ele viu o que eu queria e começou a penetrar em mim, dessa vez ele começou já na velocidade 5 kkkkkk  eu gemia alto de tanto prazer - Geme pra mim, geme! - ele disse sorrindo.

Jasmine: Oh Justin! Vai com força, vai. Não para não... - gemi gritando. Ele continuou indo com mais força, coloquei a mão em seu pescoço e ele me beijou, como uma pessoa consegue fazer duas coisas ao mesmo tempo? Ele saiu de dentro de mim e continuou me beijando! Esse beijo tá assim: "Eu+Justin+Um chuveiro= 'Transando aos beijos na chuva'!" kkkkkk  Nossas línguas estavam em guerra, mas o beijo melhor do que nunca, eu queria ir para um lado e o Justin pro outro, ai virou uma guerra! Então ele parou de me beijar e ficou beijando o meu pescoço e a dar mordidas, eu estava me contorcendo toda, esse homem consegue mesmo. Ér, meu homem! Então no meio de tudo aquilo que ele estava fazendo, eu disfarçadamente coloquei a mão em seu pênis, Justin gemeu baixo e parou rapidamente, eu estava com um olhar de que ia fazer algo de errado, mas não ia ser nada de mais.

Justin: O que você quer com isso? - ele disse sorrindo maliciosamente, mas ele não estava olhando pra mim e sim pros meus seios.

Jasmine: Uma oral entre nós dois pra acabar com isso tudo! - eu disse sorrindo com um daqueles meus olhares pervertidos e deu um apertão no membro dele, ele gemeu de dor.

Justin: Não faz isso não! - ele fez uma cara meio esquisita - Se não eu choro.. - ele fez uma cara de que estava chorando, mas logo riu, eu ri junto - Quer? Eu deixo! - ele disse e riu.

Jasmine: Hum... - eu sorri revirando os olhos - É NÓIS! - eu disse alto e me agachei em frente á ele, ele se encostou na parede e eu comecei com o vai e vem, Justin gemia alto, uns "Oh NO!", aquilo me fazia ir á loucura, fui chupando mais rápido, aquilo estava bom, então coloquei a língua lá mesmo, Justin deu um sorrisinho safado, continuei com os movimentos.

Justin: CARALHO, MEU! - ele disse alto, acho que ia gozar, parei com as chupadas e ele gozou, acho que ficou aliviado, ele deu um suspiro, eu ri - Agora é a minha vez! - ele disse e me colocou contra a parede, se agachou em minha frente e começou a chupar minha vagina, MEU sinceramente? Isso é bom demais! ^.^ Ele colocou a língua em meu clítoris e sugou com muita vontade e intensidade, eu estava me contorcendo toda.

Jasmine: OOOOOH' JUSTIN, VAI GOSTOSO! - gemi alto e vi Justin sorrindo, é o melhor banho que nós já tivemos. kkkkkk  Então ele parou me deixando com mais tesão ainda e eu gozei. Paramos com aquilo tudo e começamos com o nosso maravilhoso banho, foi meio melante, porque o Justin só ficava me lambendo, mas eu gosti! *_* Terminamos o banho, saímos e trocamos de roupa, me deitei na cama junto com ele e eu logo dormi.

  No dia seguinte...


Continua! com comentários...
  Alguém sentiu minha falta? Viu?! Eu fiquei sem net. :'( Sofri demais, vocês nem imaginam. To completamente desatualizada e por causa de um fio que quebrou, FALA SÉRIO! Mas deixando meus problemas de lado... gostaram? As girls gostaram da Parte HOT? Tipo, quero saber o que acharam, okay? ME DIGAM! Por favor. E como tá escrito ali em cima, eu só continuo com comentários, tá bom? E claro, como eu fiquei 8 dias sem net, eu até já terminei a 3ª temporada e já estou na 4ª, de Pick Me. E Love a Criminal, escrevi bastante, acho que vão gostar dos próximos capítulos. :) Então, agora estou saindo! Bye bye, xoxo Mariih' :*