segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Pick Me - Part. 7 - Eu sou um cantor muito ruim!

Antes(...)   Só que eu acho que ele está assim por outra coisa também...


  Agora...


P.O.V Justin


   Eu não estou com cabeça pra dizer aquilo pra ela logo agora, o que ela vai pensar? EU FUI DEMITIDO! Não gosto nem de lembrar quando isso aconteceu. Só vou dizer quando eu ter certeza de que estou fazendo a coisa certa. Bom... aquela aula foi um tédio que só, o clima entre mim e a Jasmine estava tenso, ainda bem que essa aula acabou rápido. Bateu o final para o fim das aulas, levei a Jasmine até o carro e fomos para o prédio, chegamos e eu a levei até seu lar, nos despedimos, ela entrou e eu fui para minha lar, rs'. Entrei, joguei a mochila no sofá, fui até a cozinha, lavei as mãos, peguei uma maça e lavei ela também, subi pro meu quarto comendo ela. Quando cheguei lá, subi em cima da cama e fiquei lá emburrado comendo a maça. Nesse momento eu queria colo, mas a pessoa certa pra fazer isso, não está, antes de eu sair minha mãe disse que ia sair e ia voltar tarde. EU QUERO MORRER! Nunca pensei que aquilo fosse acontecer logo comigo. PORQUE SENHOR? POR QUÊ? Eu mereço mesmo isso? O que eu fiz pra merecer tanta desgraça na minha vida? EU ESTOU DERROTADO! Terminei de comer a maça e joguei ela no lixo que tem ali com toda a minha força, o lixo rodou várias vezes e só depois ficou parado e caiu. Eu não posso ficar assim... peguei meu Not e entrei no SKYPE, estava Ryan, Christian e Chaz Online, chamei Ryan pra conversar, só ele sabe da Jasmine.


J: Eaêh' Ryan! Tudo certo?


R: Claro cara! E ti?


J: Vamos se dizer que mais ou menos.


R: Mais ou menos?


J: MENOS! Sabe... eu falei ontem com a Jasmine.


R: E o que rolou? Não magoou a garota não, né?


J: Eu acho que não... mas hoje ela me perguntou porque eu deixei o Canadá pra vir para Geórgia. Ai eu lembrei da minha derrota.


R: Nossa cara! Malz.


J: Ér, agora ela deve estar preocupada e querendo saber. CARA, eu não sei o que dizer pra ela!


R: Diz a verdade. Se abre com ela. Ela vai ficar surpresa, mas com certeza vai te apoiar. Afinal, ela é sua amiga não é?


J: É, é sim!


  Fiquei mais alguns minutos conversando com o Ryan e depois com os meninos, fiquei mais ou menos 1 hora conversando com ele, depois desliguei meu Not e fiquei deitado na cama encarando meu violão que fica pendurado na parede, ele estava me chamando, tipo, "Eu sei que você quer fazer isso, porque não canta logo?", esse violão estava me provocando, eu via um rostinho nele, vi a cara que ele estava, era mesmo de provocação, haha' eu estou ficando maluco! Peguei o violão provocante, me sentei de novo na cama e comecei a tocar, no começo eu não sabia se ia conseguir tocar, mas depois, comecei a tocar Somebody to Love. Faz muito tempo que eu não canto e minha voz está melhor do que nunca. Eu cantando essa música parecia que eu estava carente, mas eu estou, preciso mesmo de alguém para amar.


Justin:


Or we can share mine
(Ou nós podemos dividir o meu)


I know that I wont the first one
(Eu sei que não serei o primeiro a lhe)


Given you all this attention
(dar toda essa atenção)


Baby listen...
(amor ouça...)


 I just need somebody to love
(Eu só preciso de alguém para amar)


I-i don't need to much
(Eu-eu não preciso de muito)


Just somebody to love (somebody to love)
(Apenas alguém para amar (alguém para amar))


  I don't need nothing , else
(Eu não preciso de nada mais)


So I'd promise girl, I'd swear
(Juro, garota, juro mesmo)


I just ned somebody to love
(Eu só preciso de alguém para amar)


  Cantei  até o final. Aquilo me fez bem... me senti ótimo, mas ainda estava pensando na Jasmine. terminei de cantar e coloquei meu violão na cama, olhei pra porta e dei de cara com quem?


Justin: Jasmine? - eu disse totalmente surpreso. O que ela estava fazendo ali?


Jasmine: Oi Jus! - ela disse, acenou e fechou a porta. - Desculpa por ter entrado  desse jeito, é que a porta de lá de baixo estava encostada, ai eu entrei. - ela disse e se sentou do meu lado.


Justin: Tudo bem! - eu sorri.


Jasmine: Você canta muito bem.


Justin: Você ouviu? - eu disse assustado.


Jasmine: Ouvi sim. Desde quando você canta?


Justin: É disso mesmo que eu queria falar com você. - ela assentiu. - Sabe quando você me perguntou porque eu sai do Canadá pra vir pra cá?


Jasmine: Sei! O que é que tem? - ela disse confusa.


Justin: Eu sai do Canadá porque eu fiquei famoso. Só que a gravadora me demitiu porque eu só afinava e não cantava nada. - eu disse e ela arregalou os olhos.


Jasmine Oh My Gosh'! Que horror... - ela disse com a mão na boca.


Justin: Eu sei! Foi trágico demais saber que eu fui demitido do meu sonho.


Jasmine: Eu lamento Justin. - ela me abraçou.


Justin: Valeu! - me soltei dela - Você gosta de cantar? - eu disse e sorri de canto.


Jasmine: AHAM! Empresta? - ela disse pegando o meu violão.


Justin: Claro! - eu sorri.


Jasmine: Olha... eu não sei muita música internacional, eu vou cantar uma Brasileira pode ser?


Justin: Pode. Eu não vou entender nada, mas vai em frente! - eu disse, ela riu e começou a cantar. Eu não entendi merd* nenhuma ali, mas ela canta super bem, eu como cantor com a carreira escancarada posso confirmar, nas verdade, nem carreira eu tenho mais. :'(


Jasmine:


Só por hoje não quero mais te ver
Só por hoje não vou tomar minha dose de você
Cansei de chorar feridas que não se fecham
Não se curam
E essa abstinência uma hora vai passar. - ela cantou e depois parou.
 (Pitty - na sua estante ♪♫)


Continua! 

5 comentários:

  1. Aiai, ta muito lindo msm ! Conitnua num para não.

    ResponderExcluir
  2. Cada vez mais perfeito. Continuaa.

    ResponderExcluir
  3. Leitora desde de never Stop Loving You ! Cada história que passa fica melhor. Sua Diva. Continua vai !

    ResponderExcluir
  4. Hey eu leio e comento, só não comentei nos outros pq deu erro no meu pc, tava tudo estranho, twiter, blog, etc...
    Amei, perfeito! Continua...
    Bjokas

    ResponderExcluir

O que achou? Comente! Faz bem pro coração da escritora, e também não vai quebrar seu lindo dedo, né?